Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Foragido baleado e novamente preso

A Polícia moçambicana anunciou, Sexta-feira, o baleamento e consequente recondução aos calabouços de um dos nove presos que, há dias, evadiram-se da Cadeia Central na Beira, centro do pais, identificado nos meandros do crime pelo nome de Michael Mola.

Mola, condenado a uma pena maior por ter sido provado o seu envolvimento num caso de homicídio ocorrido na Beira, evadiu-se da Cadeia Central, na companhia de mais oito indivíduos no dia 1 de Abril corrente, numa altura em que caía muita chuva.

Ao revelar o facto ao “Diário de Moçambique”, o chefe da secção de imprensa no comando provincial de Sofala, Mateus Mazibe, disse que Mola foi neutralizado, na noite da Quinta-feira da semana passada, na área do Maquinino, quando se encontrava na companhia de seus amigos.

Com a captura de Mola, sobe para dois o número de foragidos neutralizados pela guarda prisional da Cadeia Central da Beira, após a fuga daquela cadeia.

“A guarda prisional teve informações segundo as quais Mola se encontrava em movimento na área entre Maquinino e Shoprite e começou a fazer diligências até este ser encontrado. Quando foi surpreendido encontrava-se no meio de três pessoas, uma das quais guarda naquela área. Empreendeu uma fuga e os guardas, vendo que iriam perdê-lo, dispararam dois tiros, um dos quais acertou lhe numa das pernas”, disse Mazibe.

De acordo com a fonte, Mola foi capturado na companhia de um outro jovem, que erradamente foi confundido pelos guardas como sendo fugitivo da Cadeia Central, o qual viria a ser solto no dia seguinte, após provas da sua inocência.

“Depois do baleamento, Mola foi conduzido ao hospital e devo assegurar que neste momento encontra-se encarcerado e a cumprir a pena que merece”, disse, para depois acrescentar que, em relação aos restantes fugitivos, a Policia está a trabalhar no sentido de os reconduzir às celas, uma vez evadidos da cadeia onde cumpriam penas maiores.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!