Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

FIPAG assume compromisso de reduzir crise de água

O Fundo de Investimento e Património do Abastecimento de Água ( FIPAG), ao nível da zona norte, está a trabalhar no sentido de reduzir a crise daquele produto ao nível da cidade de Nampula.

O compromisso foi assumido ontem, terça-feira, por Agostinho António Dava, chefe do departamento técnico do FIPANorte, área operacional de Nampula, no âmbito das celebrações do Dia Mundial de Água, que este ano se assinala sob o lema “Água Para as Cidades, Respondendo aos Desafios Urbanos”.

Agostinho Dava reconheceu haver restrições de água nalgumas zonas residenciais da cidade, com destaque para os bairros Muhala de Muahivire-expansão e as zonas militar e central. Ainda temos problemas de água na nossa cidade. E isso não é novidade para ninguém. Referiu a fonte perante uma enorme audiência, composta maioritariumente por estudantes.

Todavia Dava revelou que a sua instituição está a investir na ampliação do actual sistema, presentemente com uma capacidade de tratamento de cerca de 20 mil metros cúbicos/dia para uma média diária de 40 milhões de litros, bem como para o aumento dos níveis de transporte de água da albufeira de Monapo, que dista cerca de 10 quilómetros da cidade, para os centros distribuidores.

O projecto contempla, ainda, a criação de um novo centro distribuidor na zona da Serra da Mesa, sita no bairro de Muahivire. De acordo com dados em poder do Wamphula Fax, a actual rede de distribuição é de, aproximadamente, 439 quilómetros em duas áreas, com 19.338 ligações domésticas e 349 fontanários públicos.

Ao nível de Nampula, o FIPAG foi institucionalizado por decreto nº 73/98 do Conselho de Ministros , em 23 de Dezembro de 1998.

E no dia 30 de Novembro de 1999 o sistema de abastecimento de água na cidade de Nampula foi entregue à gestão das Águas de Moçambique, um consórcio em que o accionista maioritário é Águas de Portugal.

Após a cessão do contrato com Águas de Moçambique, a gestão directa passou a ser assumida pelo FIPAG-sede, entre 2008 e 2009.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!