Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Empresariado alheio às oportunidades de negócio em Moma

As oportunidades de negócio através do projecto de areias pesadas de Topuito em Moma, província de Nampula, são muito vastas. Mas o nível do seu aproveitamento pelo sector privado nacional continua muito aquém das expectativas que rodeavam a implantação do empreendimento em fase de expansão avaliado, de forma global, em cerca de 700 milhões de dólares norte-americanos.

Dados facultados pelo director geral da Kenmare, Riaan Lombard, indicam que a participação do empresariado nacional no sentido de aproveitamento das oportunidades de negócio relacionados com aquele mega projecto estão estimadas, neste momento, em cerca de 30 por cento, nível muito baixo face à envergadura do sector privado local.

Aquela percentagem expressa-se em forma de prestação de serviços na área de logística, abastecimento de combustíveis e lubrificantes, transporte rodoviário e fornecimento de materiais de escritório e de produtos alimentares garantidos pelo sector associativo.

O nosso entrevistado disse haver limitação do empresariado local no concernente ao fornecimento de materiais de construção para o projecto que dirige, neste momento, em fase de expansão visando o aumento dos volumes de produção de minerais para responder a demanda do mercado, não obstante reconhecer que as exigências em termos de qualidade são maiores.

Riaan Lombard entende que o sector privado deveria alardear maior ousadia, particularmente no sentido de preencher o vazio que se assiste na área de serviços bancários.

A Kenmare sente-se obrigada, neste momento, em manter em cofres valores significativos para suprir despesas como salários de parte dos cerca de 600 trabalhadores, pagamento de serviços prestados pelas comunidades, entre outras, facto que não é recomendado devido a factores de segurança. Mas, não existe outra alternativa – lamentou.

Disse estar em curso contactos com vários bancos no sentido de montar caixas automáticas no interior das instalações da Kenmare, que iriam beneficiar não somente os trabalhadores como também as comunidades de Topuito, entre outras que, neste momento, são obrigadas a fazer longas distâncias para a cidade de Angoche e Nampula, afim de efectuarem operações bancárias, nomeadamente pagamentos por transferência ou levantamento de valores.

Topuito é uma localidade que regista um movimento intenso de camionistas, comerciantes, entre outros, que, entretanto, enfrentam dificuldades para conseguir um alojamento de qualidade assim como de serviços de restauração, recorrendo, em consequência, a singulares para satisfação das suas necessidades. O lazer é assegurado por operadores informais conquanto abunde potencial para exploração do sector.

Refira-se que antes em período antecedente à implantação do seu projecto, a Kenmare desenvolveu um programa de sensibilização junto do empresariado a respeito das oportunidades de negócio em vários domínios que aquele empreendimento proporciona.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!