Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ferroviário de Nampula eliminado pelo Atélico Muçulmano

Em jogo realizado no seu reduto, este domingo, o Ferroviáro de Nampula perdeu por uma bola a zero e ficou pelo caminho na disputa da correspondente à Taça de Moçambique Mcel. O Campeão nacional foi a Xinavane vencer com dificuldades o Clube de Gaza enquanto no Chiveve o Costa do Sol derrotou o Téxtil do Púnguè. No Songo o HCB foi eliminado pelos pupilos de Aquile Marcelino na marcacão de grandes penalidades.

Os “locomotivas” de Nampula foram, deste modo, eliminados da competição, numa partida em que começaram pressionantes, desfrutando de claro domínio territorial na primeira parte e usufruindo de ocasiões soberanas de golo, mas acabaram por soçobrar no período complementar, em que sofreram o golo solitário obtido pelo dianteiro “muçulmano” Patrício, quando eram apenas decorridos 7 minutos.

No histórico campo do Incomáti o Ferroviário de Maputo derrotou o Clube de Gaza por uma bola sem resposta, numa tarde em que a vila de Xinavane se vestiu de gala para receber este encontro.

Na cidade da Beira o Têxtil do Púnguè foi derrotado pelo Costa do Sol com uma goleada de 4-1.

No campo do Desportivo de Tete HCB de Songo e Ferroviário da Beira terminaram o tempo regulamentar empatados 1-1, nos penaltes, os beirenses levaram à melhor, triunfando por 4-2.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!