Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Febre suína mata porcos em Báruè

No ano passado, mais de 1.000 porcos morreram no distrito de Báruè, na província de Manica, devido à febre suína africana ou cólera dos porcos, cuja taxa de mortalidade em animais jovens pode chegar a 90 porcento.

Zacaria Muzaja, director do Serviço Distrital de Actividades Económicas em Báruè (SDAE), indicou que, anualmente, o distrito é assolado pela febre suína africana, uma doença que até este momento a única forma de combatê-la é manter as pocilgas limpas. O efectivo suíno reduziu de 6.187 para 5.765 animais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!