Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

FC Porto empata mas mantém liderança confortável

A série invicta do FC Porto no Campeonato Português  foi seriamente ameaçada neste sábado, mas os Dragões conseguiram sair de Lisboa ainda sem ser derrotado na temporada ao garantirem um empate por 1 a 1 com o Sporting. A equipa do norte começou o jogo a perder e foi duramente pressionada por um rival muito determinado, chegou a ter um homem a menos em campo por boa parte do segundo tempo, viu o ser treinador André Vilas Boas também ser expulso do jogo e, ainda assim, evitou o revés.

 

Depois de levar um susto inicial aos 8 minutos, quando Falcao Garcia ficou cara a cara com Rui Patrício e desperdiçou uma chance clara, batendo para fora à direita da trave, o Leão foi para cima do líder com valentia. Uma boa arma nessa pressão exercida foi Jaime Valdés. O chileno primeiro acertou uma bomba na trave de Hélton, com um remate de longa distância violento, aos 23 minutos, que levantou a torcida no Estádio José Alvalade.

Depois, num lance com grau bem menor de dificuldade, o canhoto aproveitou um lance de desatenção raro da zaga do FC Porto para inaugurar o placar. Rui Patrício deu um chutão na reposição, e a bola passou por dois defensores adversários. Valdés foi oportunista, dominou-a tirando de Maicon e finalizou à saída de Hélton.

O golo não reduziu em nada o ímpeto dos anfitriões, que tiveram mais volume de jogo, mas não conseguiram ampliar sua vantagem. Na volta para o segundo tempo, porém, o panorama da partida mudou por completo. O Dragão passou a encontrar facilidade para criar suas jogadas até conseguir o empate com Falcao, no centro da área, completando de esquerda, com categoria, a assistência de Hulk, aos 57.

O jogo seguiu equilibrado e tenso após o empate e só voltou a pender para o Leão quando o defensor Maicon foi expulso aos 68 minutos, ao derrubar Liedson, para quem havia perdido a bola em erro individual. O Sporting tentou, então, o segundo golo, mas deparou-se desta vez com um sistema defensivo muito sólido, que não estava disposto a ser superado novamente. Com o ponto conquistado, o Sporting ao menos pode se contentar em ter subido ao quarto lugar na tabela, com 19, agora à frente da Académica de Coimbra.

Benfica goleia Beira Mar

Em jogo da 12ª jornada, a equipe lisboeta contou com atuação decisiva do centroavante Óscar Cardozo para reviver seu poderoso ataque, que já vinha embalado pelo triunfo por 4 a 0 contra a Naval. O paraguaio marcou seu primeiro golo no jogo de pênalti – o qual ele próprio sofreu, sendo derrubado na área por Kanu –, já nos acréscimos da etapa inicial.

Depois, na segunda etapa, ele ampliou aos 59 minutos, em bela jogada individual. Ele recebeu passe de Carlos Martins, livrou-se da marcação de Hugo e bateu com efeito, cruzado, buscando o canto esquerdo de Rui Rego. Após colocar o Benfica em vantagem segura no placar com seu faro de artilheiro, Cardozo fez as vezes de garçom, aos 66 minutos.

O atleta novamente desvencilhou-se de Hugo, foi à linha de fundo e tocou para trás nos pés de Javier Saviola, que tocou para a rede. O golo de honra do Beira-Mar saiu apenas aos 85 minutos, com Rui Varela, de cabeça, depois de cobrança de falta por Renan e falha de Luisão na hora de cortar a bola.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!