Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

FBLP reforça acervo da biblioteca nacional

O Fundo Bibliográfico de Língua Portuguesa (FBLP) entregou, formalmente, Sexta-feira, em Maputo, um leque de material que vai apetrechar o acervo da Biblioteca Nacional, bem como melhorar a disponibilidade para todos os que visitam o local para fins de consultas.

Trata-se de um lote de 556 livros de diversas bibliografias, desde os livros do ensino primário ao secundário, dicionários (monolingues e bilingues), gramáticas, obras de fórum científico, ficção para todas as idades, entre outras.

No mesmo lote, entregue pelo presidente do Fundo Bibliográfico de Língua Portuguesa, Lourenço do Rosário, estão também inclusos 236 títulos da legislação moçambicana no formato de videograma ‘compact disc’ (CD).

Discursando na ocasião, do Rosário disse que o gesto tem por objectivo dar corpo a política do livro no desenvolvimento cultural, identidade e coesão nacional.

”O livro serve para veicular as opiniões e ideias dos diversos segmentos da sociedade, daí a preocupação em garantir que um número de pessoas cada vez maior tenha acesso”, disse a fonte, apontando o Programa “Ler e Compreender”.

O programa é fruto de uma parceria entre o FBLP e a Biblioteca Nacional com objectivo de elevar a capacidade de pensamento e domínio da língua portuguesa para uma melhor interpretação dos fenómenos da existência da humanidade.

Por seu turno, Roque Félix, director da Biblioteca Nacional, disse que o apoio em livros contribuirá para o enriquecimento da biblioteca, minimizar a procura cada vez crescente do acesso ao livro por parte das crianças, jovens e cidadãos em geral.

”A Biblioteca Nacional funciona, neste momento, com alguma bibliografia nacional desactualizada. Com este apoio significativo do FBLP, incluindo obras sobre a história da luta de libertação de Moçambique, iremos enriquecer o acervo, elevando para um universo de 160 mil monografias, seriados periódicos à biblioteca nacional”, disse Félix.

O alcance das obras, segundo a fonte, será a melhoria da qualidade de ensino e de educação patriótica dos estudantes das escolas circunvizinhas da província e cidade de Maputo e da província de Gaza.

”Esperamos que este apoio sirva de estímulo para as demais entidades públicas e privadas (a sociedade civil) para o apetrechamento das nossas bibliotecas públicas em livros produzidos em Moçambique e outros”, ressaltou a fonte.

O presidente do FBLP visitou as instalações da Biblioteca Nacional reabertas em Abril de 2010, depois de uma interrupção para beneficiar de obras de restauração, modernização e ampliação.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!