Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Faltam de mais de 5.600 carteiras para alunos Nampula

O sector da Educação na cidade de Nampula, província com o mesmo nome, Norte de Moçambique, necessita de 5.675 carteiras para um número significativo de alunos que aprendem sentado no chão, facto que é apontado como uma das causas que concorrem para o baixo aproveitamento pedagógico.

Bruge Rupia, director dos Serviços da Educação, Juventude e Tecnologia em Nampula, disse que a falta de carteiras para os educandos afecta, sobremaneira, as escolas do ensino primário. Trata-se de um problema que se deve à vandalização e roubos por indivíduos de má-fé em tempos de férias, período em que os estabelecimentos de ensino ficam totalmente desguarnecidos.

A outra inquietação daquele sector está relacionada com a falta de salas de aulas no ensino primário. Há cada vez mais crianças a ingressar no Sistema Nacional de Educação. Por isso, uma parte significativa de petizes estuda ao relento e em turmas improvisadas como uma forma de evitar a superlotação e seu afastamento do processo de ensino e aprendizagem.

Segundo o director, no presente ano lectivo pelo menos 277 alunos encontram-se a estudar em salas improvisadas, ou seja, por debaixo das árvores e sentados no chão. Nos dias chuvosos, os professores são forçados a cancelar as aulas, facto que poderá comprometer o cumprimento do programa traçado.

Rupia disse ainda que para contrariar este problema, no presente ano lectivo a cidade de Nampula necessita de pelo menos 227 salas de aulas. Decorre um trabalho de identificação das escolas que enfrentam a falta dessas infra-estruturas para que possam ser contempladas, segundo as necessidades e as prioridades constatadas, pelo projecto de expansão da rede escolar deste ano.

Num outro desenvolvimento, a fonte afirmou que os Serviços da Educação, Juventude e Tecnologia na cidade de Nampula enfrentam igualmente falta de docentes para as disciplinas de ciências exatas, tais como Biologia, Matemática, Física, Desenho e Química. Esta situação faz com que os professores em exercício assistam turmas acima do normal.

Refira-se que a cidade de Nampula tem este ano 63 escolas, das quais 12 de nível secundário geral.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!