Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Falta de embarcações baralha pescadores em Nampula

Os pescadores de pequena escala nos distritos costeiros de Memba, Nacala-a-Velha, Nacala/Porto, Mossuril, Ilha de Moçambique, Mogincual, Liupo, Angoche e Moma estão atordoados com a falta de meios, sobretudo de embarcações, para o desenvolvimento da sua actividade. Como consequência, a captura do pescado é feita com recurso a instrumentos rudimentares, facto que é do conhecimento das autoridades.

A província de Nampula conta com 80 mil pescadores. Destes, apenas 48 mil é que usam embarcações, das quais pelo menos 10 mil registadas, e apenas 195 dispõem de motor, o que faz com que as quantidades do pescado não satisfaçam as necessidades locais de consumo.

Na tentativa de contornar o caso, o Instituto de Desenvolvimento de Pesca de Pequena Escala (IDPPE) está a promover um curso de carpinteiros navais, na vila de Memba, para que os visados possam construir as próprias embarcações.

Neste momento, seis pessoas de igual número de distritos fazem parte do projecto e eles deverão replicar a iniciativa pelos restantes elementos dos seus locais de origem.

Segundo Isidro Abuchamana, delegado provincial do IDPEE em Nampula, durante a formação, os carpinteiros navais deverão fabricar uma embarcação com nove metros de comprimento. Nos finais deste mês, uma outra formação vai decorrer na vila de Moma, envolvendo o pessoal proveniente da região sul da província de Nampula.

Para Abuchamana, o projecto irá permitir que os pescadores não só tenham o domínio da sua profissão, como também consigam construir barcos usando materiais locais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!