Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Faleceu Omar Bongo

Faleceu Omar Bongo

O chefe de Estado gabonês, Omar Bongo, faleceu no domingo aos 73 anos de idade vítima de um cancro, anunciou a revista francesa ‘Le Point’ no seu site de internet. Bongo encontrava-se gravemente doente vindo padecer numa clínica privada de Barcelona, em Espanha.

O ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol, Miguel Angel Moratinos, já havia declarado no final de Maio que Bongo se encontrava muito mal de saúde, indicando que este padecia de um “perigoso tumor maligno”. A morte do presidente, que dirigia este país oeste-africano produtor de petróleo desde 1967, pode criar um vazio de poder.

A oposição teme que o seu filho, Ali Ben Bongo, que ocupa o cargo de ministro da Defesa, ascenda à presidência do país. Segundo a Constituição, cabe ao presidente do Senado ocupar o cargo de magistrado mais alto da nação até à realização de novas eleições. A enfermidade fez com que Bongo tivesse suspendido o mandato pela primeira em 42 anos de poder. Recorde-se que Bongo era o chefe de Estado há mais tempo no poder em África.

Entretanto o Gabão decidiu nesta segunda-feira fechar todas as suas franteiras terrestres, aéreas e marítimas, depois da morte do presidente Omar Bongo, informou em comunicado, divulgado na televisão, o ministério da Defesa. O ministro da Defesa Ali Ben Bongo Ondimba, filho do presidente falecido, decidiu “pelo encerramento das fronteiras terrestres, aéreas e marítimas”, segundo o texto lido pelo subsecretário geral da pasta, Guy-Louis Bertrand Mopango, sem informar quando seriam reabertas.

Além disso, anunciou que “todos os componentes das forças de defesa em todo o território” estão em alerta, e que medidas de segurança serão aplicadas “em todos os imóveis administrativos sensíveis”.

“No interesse superior da nação, o ministério da Defesa pede à população que redobre sua vigilância e seu patriotismo diante desta prova difícil e dolorosa que nosso país atravessa”, conclui o comunicado.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!