Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Exportadas 30 mil toneladas de amendoim para Reino Unido

Cerca de 30 mil toneladas de amendoim da província de Nampula já foram exportadas para o Reino Unido, num projecto em curso de produção em quantidades e qualidade suficientes de sete diferentes produtos agrícolas contemplados no projecto-piloto em execução no país pelo Instituto para a Promoção das Exportações (IPEX).

Os outros produtos são, nomeadamente, amêndoa da castanha de caju, piripíri, feijões nhemba e manteiga, artesanato, manga e ananás, cuja produção está a beneficiar de um financiamento dos Países Baixos, no valor global de 3,3 mil milhões de dólares norteamericanos, para um período de três anos.

Os produtos serão exportados para a Inglaterra, Espanha, Alemanha e Portugal e o programa para a sua produção foi concebido tendo em conta o desenvolvimento institucional do IPEX e das exportações moçambicanas, em geral, através da assistência na gestão e marketing, segundo a directora do IPEX, Cecília Candrinho.

O projecto está a ser implementado com o apoio do Centro de Promoção de Importações dos Países em Vias de Desenvolvimento (CBI), da Holanda, e conta com o envolvimento de técnicos do IPEX e diversos parceiros e actores responsáveis pelo fornecimento de serviços à comunidade exportadora baseada em experiências concretas de identificação de produtos exportáveis e inputs para os vários intervenientes no desenvolvimento e promoção das exportações.

Igualmente em curso está o Projecto GLOBALGAP, que visa apoiar agricultores moçambicanos a seguirem os passos necessários para a implementação de padrões de produtos orgânicos para exportação para o mercado internacional, em particular, para o mercado europeu, para além do Projecto de Apoio ao Ambiente de Negócios e Facilitação do Comércio.

Por outro lado, o IPEX está a implementar um outro programa denominado Programa Regional da Cadeia de Fornecimento e Logística para a Fruta e Vegetais Frescos, cujo objectivo é dar resposta intra-regional aos sectores público e privado na procura e desenvolvimento do conhecimento sobre os negócios na agro-indústria.

Este programa tem como beneficiários pequenos produtores, organizações intermédias e instituições de apoio ao comércio.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!