Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Exportação de gás natural reduz 29% em 2009

Receitas decorrentes das exportações de gás natural de Pande e Temane, na província meridional de Inhambane, reduziram em cerca de 29%, em 2009, altura em que a produção global daquele recurso foi de menos 0,4%, comparativamente ao ano anterior. A situação foi causada pela crise financeira mundial que teve impacto sobre os consumidores industriais na vizinha África do Sul, segundo consta da Décima Segunda Edição do Ranking das Maiores Empresas de Moçambique de 2009.

No período em análise, a produção global do gás natural exportado em bruto para a vizinha África do Sul, onde é refinado e comercializado industrialmente, foi realizada em 89,7%.

Entretanto, o subsector da Indústria de Extracção Mineira expandiu-se, em 2009, em 5,7%, altura em que a actividade produtiva mineira cresceu em 22,3%, com o ouro a registar um incremento de 78,1%, comparativamente a 2008, segundo ainda a 12ª Edição do ranking da empresa KPMG, realçando que as exportações dos produtos mineiros aumentaram, no período, em cerca de 4,8%. Por seu turno, a Indústria Metalúrgica conheceu, igualmente, em 2009, um decrescimento de encomendas devido ao aumento dos preços de matéria-prima por parte dos fornecedores de zinco.

MOZAL & BAT

Refira-se que naquela edição participaram 20 empresas do sector da Indústria, das quais 10 constam no ranking das 100 Maiores Empresas de Moçambique, a operarem, na sua maioria, no mercado nacional há mais de 10 anos. Os resultados da pesquisa apontam para um volume de negócios de 32 706 milhões de meticais, em 2009, representando uma redução de 18,88%, face a 2008.

Em termos de ranking sectorial, este manteve-se inalterado para as primeiras três posições, destacando-se a MOZAL, que liderou a área com um volume de negócios de 26,259 milhões de meticais, seguida pela Cimentos de Moçambique e pela BAT, Lda.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!