Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Exploração de recursos minerais constitui “forte” potencial de instabilidade social

A exploração de hidrocarbonetos e outros recursos minerais está a constituir um grande potencial de instabilidade macro-económica e social e surgimento de casos de poluição e seu esgotamento, alerta o economista e professor universitário Carlos Nuno Castel-Branco.

O estudioso adverte também para problemas concretos trazidos pela extracção e exploração daqueles recursos que se prendem com a sustentabilidade ambiental “que estão relacionados com as oportunidades de desenvolvimento intergeracionais, ou seja, do ponto de vista de exaustão dos recursos e criação de novas oportunidades”.

Castel-Branco sugeriu, em seguida, que o excedente e as receitas resultantes da exploração dos recursos minerais sejam apropriados por via fiscal para financiar a criação de oportunidades alternativas de desenvolvimento que diversifiquem a base produtiva, comercial e tecnológica e alargue a base social e regional de acumulação.

“Acumulação que é causada pela dependência de recursos naturais que tende a tornar a economia volátil e vulnerável por causa da volatilidade dos preços de mercadorias, do excesso de exposição da economia a mercados internacionais e da concentração da capacidade e energia produtivas e comerciais num pequeno leque de actividades vulneráveis a esses mercados”, fundamentou Castel-Branco, num seu documento apresentado, esta quarta-feira, num seminário sobre Desenvolvimento e Democracia Parlamentar, orientado pelo espanhol Rafael Ribó, provedor de Justiça de Catalunha, Espanha.

Ainda nos seus comentários sobre Indústrias de Recursos Naturais e Desenvolvimento, o economista disse que a sua extracção e exploração levanta questões concretas sobre a sustentabilidade ambiental que estão relacionadas com as oportunidades de desenvolvimento intergeracionais, entendidas como “exaustão dos recursos e criação de novas oportunidades”, sustentou Castel-Branco.

Disse, finalmente, haver um outro problema latente na questão do impacto ambiental que é saber como é que a capacidade de regeneração natural e dinâmica do meio ambiente necessário à vida e desenvolvimento é afectada pela exploração dos recursos naturais, através da poluição, erosão, cheias e secas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!