Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Experiência do país na resolução de conflitos laborais transmitida no Zimbabué

Até 31 de Março corrente, Moçambique irá definir em concreto o tipo de apoio a dar ao Zimbabué em termos da transmissão da sua experiência na resolução de conflitos laborais, segundo Alcino Dias, secretário-geral da Comissão Consultiva de Trabalho (CCT).

A experiência irá ser transmitida ao Governo do Presidente Robert Mugabe e ao sindicalista e actual Primeiro- Ministro, Morgan Tsvangirai, presidente do MDC, a pedido da Organização Internacional do Trabalho (OIT), segundo ainda a fonte do Correio da manhã.

Presentemente, o triunvirato da CCT, formado por representantes do Governo, empregadores e sindicatos, trabalha no sentido de harmonizar tal experiência, “pois queremos falar a mesma linguagem e de coisas de difícil solução que foram ultrapassadas até conseguirmos os consensos que temos tido, quer na resolução de conflitos laborais, quer na fixação do salário mínimo nacional e criação de condições de trabalho e outras para os trabalhadores moçambicanos”, elucidou Dias.

A solicitação da OIT surge em reconhecimento do sucesso do diálogo de concertação social entre o Executivo moçambicano, sindicatos e empregadores, de acordo ainda com o informante, salientando que a CCT “está pronta e esperançada em transmitir a experiência de Moçambique em matéria de resolução de diferendos sócio-laborais, do género dos enfrentados pelo Zimbabué”.

Ouvido sobre o mesmo assunto, o porta-voz da central sindical Organização dos Trabalhadores de Moçambique (OTM-CS), Francisco Mazoio, disse que Moçambique dispõe de experiência suficiente para atenuar a tensão entre o Governo zimbabueano e sindicatos locais, sublinhando, contudo, que “o apoio de Moçambique vai depender da vontade política do Governo presidido por Robert Mugabe, bem como do sindicalista Tsvangirai”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!