Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Exército sudanês desarma rebeldes sul-sudaneses

O Exército sudanês declarou ter desarmado um batalhão de rebeldes sul-sudaneses fiéis ao antigo Vice-Presidente demitido, Riek Machar, agora exilado nos Camarões depois de atravessar a fronteira, quando o Exército de Libertação do Sudão do Sul (SPLA) avançava para Bentiu, a capital do Estado unificado.

Um porta-voz do Exército sudanês declarou, sábado, que o batalhão desarmado, do grupo tribal Nuer, atravessou a fronteira sudanesa em Higlig, fugindo o avanço do SPLA que ocupou a cidade, sexta-feira.

O coronel Sawarmi Khalid Saad indicou que o Exército sudanês «combateu de maneira decisiva e firme» com os rebeldes. Ele declarou que 54 membros do Batalhão foram desarmados, enquanto os restantes, que se recusaram a desarmar-se, «foram repelidos fora das fronteiras nacionais do Sudão».

«Desejaríamos reafirmar que o nosso território não alberga neste momento nenhuma tropa armada estrangeira e as leis internacionais serão os nossos únicos meios para tratar qualquer caso no futuro», acrescentou o coronel Saad.

O Presidente sudanês, Omar Al Bashir, declarou que o seu país não vai tolerar nenhum campo ou oposição no seu território, acrescentando que quaisquer sul-sudaneses que desejem entrar no Sudão enquanto indivíduos serão bem acolhido, mas que não haverá campo de refugiados no Sudão.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!