Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Exército nigeriano diz que matou 17 insurgentes islâmicos

O exército nigeriano disse, esta Quarta-feira, que matou 17 supostos militantes islâmicos em trocas de tiros na cidade de Kano, no norte do país, durante a noite, e que os militantes mataram a tiros um policial.

Várias repressões militares e a declaração de estado de emergência não conseguiram parar uma onda de violência no norte da Nigéria, e uma série de ataques a bomba nas igrejas na cidade de Kaduna, semana passada, provocou uma violência sectária generalizada.

A maioria dos ataques foi atribuída à seita islâmica Boko Haram, que iniciou um levante contra o governo do presidente Goodluck Jonathan em 2009.

O comissário da polícia Ibrahim Idris disse que 30 militantes usaram explosivos e armas para atacar a divisão policial Dala de Kano.

“Os policiais corajosamente repeliram o ataque… Durante o duelo de armas na Divisão Dala, 10 extremistas foram mortos”, disse ele, acrescentando que veículos motorizados e explosivos de militantes foram recuperados.

Um policial morreu e outro ficou ferido na luta, disse ele. Outros cinco insurgentes foram mortos numa troca de tiros nos quartéis da polícia de Jakara, acrescentou, enquanto mais dois foram mortos depois de o grupo deles ter atacado uma unidade policial móvel.

Ele disse que três supostos insurgentes também foram capturados. A Boko Haram, que quer fundar um Estado islâmico na Nigéria, cujos habitantes estão divididos meio a meio entre muçulmanos e cristãos, não foi encontrada para dar declarações.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!