Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Europa faz da pizza napolitana uma especialidade protegida

A pizza napolitana não aceitará mais imitações: os países da União Europeia (UE) decidiram na quarta-feira conceder ao petisco o rótulo de “Especialidade Tradicional Garantida” (STG na sigla em inglês).

A decisão não proíbe aos fabricantes denominar “napolitanas” as suas pizzas, mas apenas os mais fiéis às exigências europeias poderão usar o distintivo STG e o logotipo que define o verdadeiro prato, anunciou a Comissão Europeia. Ficará também caracterizado o facto de a pizza ser assada em forno de lenha para consumo imediato. Ficam, então, automaticamente excluídos os produtos congelados. O ministro italiano de Agricultura, Luca Zaia, qualificou a decisão de “grande vitória” para a Itália.

“Há muito tempo é imitada com produtos que nada têm a ver com a verdadeira pizza napolitana”, assegurou Zaia. “Trata-se de um reconhecimento oficial depois de cinco anos de batalha, que culmina no ano em que se festejam 120 anos da criação da pizza margarita”, disse. A pizza napolitana tem uma borda realçada de cor dourada, típica dos produtos cozinhados ao forno; a massa é macia, dobra-se facilmente e possui um sabor particular graças à combinação de seus ingredientes: tomate, “mozzarella” de búfala, azeite, sal e alfavaca fresca para a “margarita”; ou tomate, orégano e alho, em outra versão.

O chamado “pizzaiolo” ou o cozinheiro e o forno de lenha são básicos para determinar se se trata da verdadeira pizza napolitana. A Itália possui 25.000 pizzarias que empregam 150.000 pessoas, e um volume de negócios anual de 5,3 bilhões de euros. A pizza tal como é conhecida na actualidade teve sua origem em Nápoles, no século XVII. A célebre “pizza margarita” é, além disso, um símbolo nacional, desde que no ano de 1889 foi criada, especialmente, para Margarita de Saboya, primeira rainha da Itália unificada, e seus ingredientes (tomate, mozzarella e alfavaca) formam as cores da bandeira nacional.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!