Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

EUA 1 -Gana 2: O que eles disseram depois do jogo

“Já fizemos isto antes, em 2006, mas agora demos um passo a mais. Estou feliz, muito feliz. Sou o homem mais feliz do mundo. Orgulhamos a todos, não apenas a Gana, mas a toda a África.” Asamoah Gyan, atacante de Gana.

“Saímos perdendo no início demasiadas vezes. Tivemos algumas chances, mas no início da prorrogação ficamos atrás de novo e, naquele momento, com todo o esforço que já havíamos feito, não tínhamos mais físico. Neste momento a derrota é dura e dolorosa. Quando passamos da primeira fase, achávamos que estávamos prontos para ir fundo no torneio. Sabíamos que Gana tinha uma boa equipe, mas hoje não conseguimos fazer o nosso trabalho. Este grupo é sensacional e estamos orgulhosos, mas também estamos decepcionados por não termos chegado mais longe.” Bob Bradley, técnico dos EUA.

“Tentamos da melhor maneira possível, mas não conseguimos encontrar o segundo gol. Eles são bons na hora de manter a posse de bola e, com ela no pé, sabem como trocar passes. Conseguimos empatar o jogo e tivemos algumas chances de marcar o segundo e virar, mas não era a nossa noite. Fomos um pouco inocentes hoje e neste nível não dá para ser assim, o que é frustrante por causa de todo o trabalho que fizemos. Tenho orgulho do que fiz e do que a equipe fez. O futebol às vezes é cruel. Uma hora você está no topo do mundo e, na seguinte, está no fundo do poço.” Landon Donovan, atacante dos EUA

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!