Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Uruguai 2 – Coreia do Sul 1: O que eles disseram depois do jogo

“Demos uma demonstração de temperamento, maturidade e classe. Jogamos melhor os últimos minutos e felizmente o Suárez fez aquele golo espetacular que nos deu a vitória. A Coreia fez uma grande partida, mas desta vez a sorte esteve do nosso lado, e o futebol é assim. A vitória foi muito trabalhosa e exigiu muito de nós. Nos últimos minutos apareceu a solidariedade e a coesão do grupo, e, sem me gabar, acho que essa é uma arma importante para enfrentar a qualquer rival.” Óscar Tabárez, técnico do Uruguai.

“Temos aspectos a melhorar em nível internacional. É bom jogar contra adversários de outros continentes e disputar torneios no exterior. O Uruguai tem ótimas individualidades. O resultado não é o que queríamos, mas os meus jogadores deram tudo de si. O Uruguai teve a sorte de marcar esses golos. Jogamos muito bem, mas teríamos de ter atuado com um pouco mais de inteligência. Os nossos jogadores não se renderam nunca e tentaram superar todos os desafios, e por isso quero parabenizá-los. Quero agradecer a todos os torcedores que nos apoiaram.” Huh Jung Moo, técnico da Coreia do Sul.

“Este momento que estamos vivendo não tem igual. Todo mundo sonha com a Copa do Mundo, e hoje felizmente o sonho está sendo realizado. Antes do 1 a 1 eles estavam jogando melhor, só que depois que empataram recuaram um pouco, e foi isso que nos permitiu fazer o segundo. Quase nem acreditei, quase nem acreditei que a bola iria entrar.” Luis Suárez, atacante do Uruguai eleiro melhor do Jogo.

“Estamos vivendo um sonho, estamos felizes com a maneira como aconteceu. Foi com sofrimento porque ganhar a partida exigiu muito de nós. Os coreanos estavam muito ofensivos, mas felizmente aconteceu o golo do Suárez. Na baliza deles eu subi e fiquei no ar, mas por meio segundo não cheguei na bola. Eles nos acertaram ali, mas tivemos a ousadia, a garra e o coração para vencer. Se passamos por isto, agora venha quem vier.” Jorge Fucile, lateral do Uruguai.

“Jogamos uma boa partida em linhas gerais, mas também cometemos alguns erros. No primeiro gol que levamos, a culpa foi minha. Acho que cumpri com a minha parte como integrante da geração mais experiente, embora não de maneira totalmente satisfatória. Agora é hora de ajudar os jovens a assumirem o comando nos próximos torneios.” Lee Young-Pyo, lateral da Coreia do Sul.

“Deveríamos ter vencido este jogo, pois acho que jogamos melhor que o Uruguai. Com o passar do tempo, a nossa confiança cresceu e vi que os atacantes não eram tão difíceis de marcar. Mas tomamos um gol, e depois dele a partida não transcorreu da maneira que queríamos.” Cho Yong-Hyung, defesa da Coreia do Sul.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!