Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Estado de emergência prorrogado na Tunísia

As autoridades tunisinas prolongaram, segunda-feira, para um mês, o estado de emergência em vigor no país desde o atentado suicida contra um carro da Guarda Presidencial em Túnis em Novembro último, soube-se de fonte oficial no local.

Doze membros deste corpo de elite, além do kamikaze, faleceram durante este ataque reivindicado pela organização do Estado Islâmico (ISIS).

“O Presidente da República, Béji Caid Essebsi, decidiu segunda-feira, depois de ter consultado o chefe do Governo e o Presidente da Assembleia dos Representantes do Povo (Parlamento), proclamar novamente o estado de emergência no território nacional para um mês a partir de 21 de Junho de 2016”, indicou a Presidência num comunicado.

Esta medida de excepção permite nomeadamente às autoridades proibirem greves e reuniões susceptíveis de perturbar a ordem pública, encerrarem provisoriamente salas de espectáculo e restaurantes bem como controlarem a imprensa e quaisquer publicações.

A decisão foi tomada neste mês de Ramadão durante o qual os muçulmanos observam o jejum de madrugada ao pôr do solo.

Paradoxalmente, é neste mês sagrado que atentados particularmente sangrentos e chocantes foram perpetrados nos últimos anos, nomeadamente 14 soldados mortos, alguns dos quais degolados, em Julho de 2014, por um grupo ligado a Al Qaida para o Magrebe Islâmico (AQMI) num momento de ruptura do jejum.

Em Junho de 2015, um assassino, formado na Líbia, causou um massacre num hotel em Sousse, norte da Tunísia: 39 turistas mortos.

Para prevenir qualquer ameaça, o director-geral da segurança, Amor Messaoud, anunciou domingo o envio de mil e 500 agentes de polícia suplementares e a instalação de 72 postos de segurança nas zonas turísticas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!