Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Escritor é sentenciado a 7 anos de prisão por tuítes sectários no Kuweit

Um tribunal kuweitiano sentenciou, Terça-feira, um escritor sunita local a sete anos de prisão e a pagar uma indemnização de 18 mil dólares por ter insultado, pelo Twitter, a minoria xiita do Kuweit.

O tribunal considerou que Mohammad al-Mulaifi postou falsidades sobre as divisões sectárias do país árabe, e que insultou o credo xiita e os seus estudiosos com comentários nocivos à imagem do Kuweit.

Ele foi preso em Fevereiro, e os seus comentários causaram protestos dos xiitas, segundo a imprensa local. o seu advogado não foi imediatamente localizado para comentar.

O Twitter é muito popular no Kuweit, onde várias personalidades públicas usam-no para debater actualidades, divulgar notícias e partilhar fofocas. Vários usuários já entraram em apuros por causa disso.

Mês passado, um kuweitiano foi preso sob acusação de usar o microblog para insultar o profeta Maomé. Ele negou, dizendo que a sua conta havia sido hackeada, segundo o seu advogado.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!