Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Enfermeiros queixam-se dos mesmos problemas em Nampula

Celebra-se, esta segunda-feira (12), o Dia Internacional do Enfermeiro, efeméride que visa homenagear todos os enfermeiros e relembrar a sua importância na prestação de cuidados de saúde à população. Contudo, a classe, na cidade de Nampula, queixa-se das mesmas dificuldades do passado e exige do Governo a criação de melhores de condições de trabalho e de vida.

Os profissionais de saúde consideram que salário que auferem não lhes estimula para o bom desempenho e exigem um aumento. Por dia, em Nampula, um enfermeiro atende mais de 100 pessoas, facto que retira qualidade aos serviços. Refira-se que em Maputo, onde a efeméride foi marcada pela deposição de uma coroa de flores na Praça dos Heróis Moçambicanos, as lamúrias são as mesmas.

Armindo Tonela, director provincial de saúde em Nampula, reconheceu que há falta de enfermeiros para fazer face às necessidades da população em termos do acesso à saúde e o governo está a resolver o problema gradualmente, recrutando, por exemplo, os técnicos formados pelos Institutos de Ciências de Saúde. Actualmente, a província conta com 1.900 enfermeiros para mais de quatro milhões de habitantes. O número ideal é de cerca 4.000 profissionais.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!