Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Empresários sul-africanos interessados no Parque Industrial de Beluluane

Mais investidores estrangeiros baseados na vizinha África do Sul têm vindo a mostrar muito interesse em se estabelecer no Parque Industrial de Beluluane (PIB), na província meridional do Maputo, desenvolvendo vários empreendimentos, segundo o respectivo director executivo, Nelson Ventura.

O Governo moçambicano elevou o PIB ao estatuto de Zona Franca Industrial. “Firmas sul-africanas têm estado a solicitar informações sobre como instalar os seus empreendimentos na zona de Beluluane”, indicou Ventura, destacando que parte do interesse vem por causa dos trabalhos de modernização do porto do Maputo para se tornar mais eficiente no manuseamento das mercadorias dos países do hinterland destinadas à exportação e importação.

Contudo, Ventura reconheceu “o lento desenvolvimento do parque” devido ao impacto negativo da crise financeira internacional, apesar daquilo que disse estar a registar-se nos últimos seis anos concernente a “alguns progressos que têm ocorrido em seu redor”, não detalhados.

Fruto, entretanto, destes progressos, até 2012, mais 1600 novos postos laborais deverão ser criados no Parque Industrial de Beluluane para se juntarem aos actuais cerca de 800, constituídos, na sua maioria, por trabalhadores moçambicanos a labutar na MOZAL e noutros empreendimentos.

Ventura não indicou os novos empreendimentos a surgir na região, limitandose apenas a dizer que têm vindo a registar muitos pedidos de investidores nacionais e expatriados interessados em se estabelecer no parque, atraídos pela política de isenção ao pagamento de alguns impostos por parte dos mega-empreendimentos.

Refira-se que o Parque Industrial de Beluluane situa-se a apenas a 14 quilómetros do porto do Maputo e possui ligações marítimas, rodoviárias e férreas para vários mercados da África Austral e do resto do mundo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!