Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Empresa CFM moderniza gestão sectorial usando pacotes informáticos

A empresa Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), está a modernizar a gestão das suas diferentes áreas de trabalho através da implementação de módulos informáticos para gerir os sectores de Recursos Humanos, Património e operações ferroviárias.

Segundo consta do documento intitulado “Estágio de Implementação do Sistema Integrado de Gestão” apresentado ao XV Conselho de Directores, que a AIM teve acesso, a iniciativa criou condições para a operacionalização efectiva, em Janeiro de 2007, dos módulos de Gestão, Contabilidade, Pessoal, Imobilizado e Recursos Humanos.

A iniciativa, lançada em 2006, já esta em fase de implementação em todos os centros analíticos e visa capacitar os CFM para fazer face a nova realidade empresarial através da disponibilização de informação de gestão de elevada qualidade para permitir a tomada de decisões em tempo útil.

Segundo o documento, é necessário somente uma formação adicional dos utilizadores da informação em especial no que se refere a leitura das análises de controlo inerentes a cada área de actuação.

Assim, o módulo de Contabilidade, está completamente implementado em todos os Centros Analíticos, sendo integrado no sentido em que os lançamentos nos módulos são reflectidos automaticamente na contabilidade e os resultados apresentados conforme as necessidades dos gestores.

“Todos os relatórios e apresentação de contas da empresa são produzidos pelo sistema. O módulo de gestão gere o orçamento, os clientes e a aplicação tarifária, os fornecedores e os bancos”, destaca o documento.

Na área de Pessoal, o processamento de salários está a ser implementado com sucesso incluindo os dos trabalhadores eventuais da via e dos portos de Pemba e Mocimboa da Praia destacando-se a necessidade de se implementar o controlo do absentismo cuja dificuldade não é informática mas organizacional.

Na área de gestão do património, de acordo com o documento em epigrafe, a empresa CFM possui, actualmente, cerca de 37 mil bens a abater dos quais 14.700 com valor liquido zero por se encontrarem em estado avançado de depreciação, sendo necessário analisar a participação de cada um destes bens na produção.

Nesta área, os CFM destacam a necessidade de se executar com precisão e eficiência os inventários anuais do património utilizando tecnologia adequada para a rotulagem com uso de código de barras e leitura com aparelho informático.

Por esta razão o módulo que está em implementação neste sector permite ajustar a ficha do bem as exigências da Direcção Nacional do Património (DNP).

No que tange a gestão de imóveis a empresa está a implementar um sistema visando assegurar o controlo e gestão administrativa dos arrendamentos e manter um registo completo das propriedades e dos contratos.

Este sistema está em implementação, e deverá entrar em funcionamento nas sedes dos CFM – Sul e CFM – Centro e, ate Abril do presente ano (2011), a facturação das propriedades destas direcções executivas passará a ser processada com base neste modulo, prevendo-se que o mesmo seja implementado nos CFM – Norte a partir de Abril de 2011.

Para o controle das operações ferroviárias, de acordo com o documento em posse da AIM, está a ser desenvolvido por técnicos dos CFM um módulo, a vigorar a partir de 1 de Abril próximo, que vai permitir a gestão operacional através do controlo dos comboios e das manobras, informando sobre a localização dos veículos e estabelecendo uma plataforma de patilha de informação com os clientes.

No âmbito da modernização, os CFM têm em agenda a introdução do bilhete electrónico de passageiros nas paragens de maior movimento e a bordo dos comboios em circulação e introduzir o passe social.

Esta iniciativa vai reduzir os custos e o volume de trabalho na produção, venda e gestão de bilhetes de passageiros, produção de estatística de passageiros por classe e percurso, controle da receita, permitindo desta forma que a empresa encare com segurança qualquer aumento do tráfego.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!