Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Em reabilitação 107 quilómetros da Estrada Chókwè/Massingir

Cerca de 10,7 biliões de meticais deverão ser aplicados, a partir dos próximos dois meses, em obras de reabilitação da Estrada Nacional Número (EN) 256 que liga os distritos de Chókwè e Massingir e este último à África do Sul, através do Parque Nacional do Limpopo (PNL) e do Kruger National Park, numa extensão de 107 quilómetros.

Desde a abertura da estrada interna do PNL para o posto de controlo de Giriyondo, na fronteira comum dos dois países, muitos turistas vindos da Alemanha, Canadá, Estados Unidos da América (EUA), França e outros países da Europa e América usam aquela rodovia para alcançar centros turísticos das províncias de Inhambane, Gaza e parte da província de Maputo, segundo apurou o Correio da manhã naquela região. Lembre-se que o posto fronteiriço de Giriyondo foi inaugurado em Agosto de 2006 pelos Presidentes da República de Moçambique, Armando Guebuza, e do Zimbabué, Robert Mugabe, e pelo antigo Presidente da África do Sul Thabo Mbeki.

As obras de restauro da EN256 deverão terminar em 2011, segundo o construtor do empreendimento, realçando que numa primeira fase decorrem trabalhos de corte de capim e árvores que crescem em direcção à rodovia para depois seguir-se a fase de reabilitação do troço propriamente dita. A circulação na estrada é um martírio total e se as obras não forem feitas poderá desencorajar os veraneantes que partem do Kruger National Park para o Parque Nacional do Limpopo e deste para as praias e outras estâncias turísticas do Sul de Moçambique.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!