Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Em Nampula há munícipes empenhados no combate à pobreza

O presidente da Assembleia Municipal da cidade de Nampula, Tiago Fumo, afirmou que nos diversos bairros da capital do norte, existem munícipes, sobretudo, a camada mais jovem, que estão empenhados na luta contra a pobreza urbana, porque as comunidades ganharam a consciência de que há necessidade de incrementar os níveis de produção de comida e garantir a segurança alimentar.

Tiago Fumo, que falava, Quinta-feira (28), na abertura da XVII sessão ordinária da Assembleia Municipal de Nampula, disse que, recentemente, integrou a comitiva do governador da província na sua visita aos postos administrativos municipais onde diz ter constatado uma considerável abertura das populações na colocação dos seus problemas na tentativa de encontrar soluções junto do governo.

De acordo com Tiago Fumo, trata-se de munícipes que beneficiaram do Fundo de Desenvolvimento Urbano no financiamento dos seus projectos que propiciam a melhoria das condições de vida das famílias.

Refira-se que no encontro cuja duração foi de um dia, os deputados da Assembleia Municipal das bancadas da Frelimo, Renamo e MDM, apreciaram e aprovaram por unanimidade a proposta do relatório sobre o graud de cumprimento do Plano de Actividades e Orçamento referente ao primeiro trimestre de 2012.

A propósito, Tiago Fumo, exigiu uma discussão responsável por parte dos membros daquele organismo, tendo em conta que as políticas autárquicas estão viradas para a promoção do crescimento sócio-económico no município situação que está a reflectir-se no desenvolvimento dos residentes.

Por seu turno, o presidente do Concelho Municipal de Nampula, Castro Sanfins Namuaca, disse, na apresentação do informe sobre o actual estágio da economia no município, que a edilidade registou várias realizações em diversos sectores com destaque para a promoção da pecuária, indústria, comércio e turismo com vista a incentivar o desenvolvimento da autarquia.

Segundo Namuaca, na área da pecuária foi feita uma assistência em animais para aplicar curativos em saliens e milbitraz, além da vacinação contra a raiva (em cães) e contra a doença de Newcastle (aves) e contra a dermatose nodular (em gados bovinos).

No que diz respeito à indústria foram licenciados 13 processos de indústrias de pequena escala, carpintarias, serralharia e moageiras.

Incluindo actividades comerciais, particularmente, a produção de letreiros, prestação de serviços, exposição de mercadoria respectiva carga e descarga.

Num outro desenvolvimento, Namuaca disse que os conselhos consultivos dos postos administrativos municipais levaram a acabo diversas acções de fornecimento de informações sobre o fundo do programa estratégico de redução da pobreza urbana.

Entretanto, revelou que estão em curso desde o princípio deste ano actividades de monitoramento do processo de realização dos projectos ao nível dos postos administrativos, facto que incentivou o reembolso dos valores financiados aos mutuários.

Neste momento, estima-se que foram devolvidos para os cofres do município valores estimados em 617.303,54 meticais, em todos os postos da urbe.

E o posto administrativo de Muatala teve maior reembolso atingindo 264 mil meticais (23 projectos), seguido de Napipine, 109.528 meticais (21 projectos), Natikiri, 91.257 meticais (22 projectos), Muhala, 88.878 meticais (28 projectos), posto central, 43.141 meticais (18 projectos) e Namicopo, 20.477 meticais (20 projectos).

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!