Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Em Angoche – Pescadores melhoram artes de pesca

O distrito de Angoche está a registar avanços na utilização de artes de pesca recomendadas pelas entidades do sector visando a protecção das espécies em risco de extinção, que consiste no uso de palangres suportando um total de 500 anzóis, além de cangos e gaiolas para a captura de peixe e outros mariscos.

Segundo Daniel Alberto, delegado provincial do Instituto de Desenvolvimento de Pesca de Pequena Escala (IDPPE) em Nampula, tal facto contribui, sobremaneira, para a captura de pescado de qualidade com alto valor comercial e consequente arrecadação de receitas significativas para os pescadores artesanais que começam a melhorar os seus níveis de vida e das respectivas famílias.

A fonte precisou que os potenciais mercados de pescado nos grandes centros urbanos andam abarrotados nos últimos tempos, situação que concorre para a redução dos preços de comercialização daqueles produtos marinhos, com excepção do camarão que obedece épocas para a sua captura.

A utilização das novas artes de pesca tem vantagens não somente comerciais, mas sobretudo na protecção das espécies marinhas, parte das quais em risco de extinção. Daniel Alberto precisou que a sua instituição trabalha nos aspectos de conservação do pescado, quer através de gelo como para a secagem.

Um total de 514 pescadores artesanais beneficiaram da capacitação destinada à construção de fumeiros com material local de baixo custo. Com efeito, foram construídos pelos cursantes um total de 314 fumeiros melhorados.

O IDPPE, em Angoche, trabalha, igualmente, nas componentes de construção de embarcações melhoradas, do tipo Moma, que beneficiaram nove pescadores artesanais locais.

A área de fiscalização pesqueira em Angoche opera com três embarcações da força da marinha de guerra, polícia marítima e administração marítima.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!