Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Em 2011/ nove sedes distritais electrificadas

O governo moçambicano concluirá ainda no decurso de 2011 a electrificação de nove das 11 sedes distritais não ligadas à rede eléctrica nacional na província de Cabo Delgado, norte do país, aumentando assim a cobertura geográfica.

Com efeito, estão em electrificação as sedes distritais de Macomia, Quissanga, Meluco, Ibo, Muidumbe, Mueda, Nangade, Mocímboa da Praia e Palma, bem como os postos administrativos de Chai, Mucojo, Auasse, incluindo as estações de captação de água de Chude e de Choba, no distrito de Mueda.

O Ministro da Energia, Salvador Namburete, que não revelou os valores envolvidos, disse que a concretização do programa de electrificação de Cabo Delgado já é visível no terreno, daí o optimismo com relação ao aumento das taxas de cobertura a breve trecho. Além de Delgado, Namburete destacou também os esforços em curso para o mesmo fim no Niassa.

Com efeito, depois da electrificação da sede distrital de Sanga foram concluídos recentemente os trabalhos de interligação de Mecanhelas, Metarica, Maúa e Marrupa, no sul da província.

A obra, segundo escreve o matutino ‘Notícias’, teve alguns atrasos devido a má qualidade do trabalho feito pelo empreiteiro encarregue da obra.

Segundo Namburete, o esforço do Governo é no sentido de aproveitar o potencial hidroeléctrico à escala nacional para electrificar os locais que ainda se encontram distantes da rede eléctrica nacional.

Neste contexto, o Executivo continuará a dar prioridade ao desenvolvimento de centrais mini-hídricas, havendo o registo da conclusão e entrada em funcionamento de quatro centrais em Manica, no distrito do mesmo nome, totalizando cinco unidades em funcionamento nesta província.

As cinco unidades, no seu conjunto, têm capacidade para fornecer energia eléctrica a mais de 500 consumidores.

Assim decorrem obras de construção das centrais mini-hídricas de Rotanda e Chiurarue, também na província de Manica, para o alcance do objectivo estratégico de aproveitamento dos recursos locais para a geração de energia e expansão do seu acesso aos moçambicanos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!