Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Eleições : MDM augura bons resultados em Cabo Delgado

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM) a nível da província nortenha de Cabo Delgado augura uma “vitória convincente” nas eleições de 28 de Outubro, na medida em que “é sustentado pelos jovens que querem ver os seus anseios salvaguardados”, segundo o delegado provincial deste partido, Juma Rafim. Rafim sustentou a sua convicção indicando que, durante as duas semanas de campanha eleitoral, que teve início a 13 de Setembro corrente no país, a adesão dos jovens “ultrapassa as expectativas”, pois eles “estão ansiosos em ver realizadas mudanças a seu favor”.

“Eles até já dizem que aguardavam o aparecimento de um partido que defende a juventude, como é o MDM, porque, a Frelimo, só usa os jovens em tempo de campanha, mas depois, ninguém quer saber deles”, disse, falando a AIM. Segundo ele, o desemprego constitui um dos constrangimentos que afecta a juventude moçambicana e o MDM tem como aposta criar condições no sentido de reabrir as unidades industriais já encerradas, e no caso de Cabo Delgado estão a Texmanta, as minas de grafite de Ancuabe, Marmonte (una unidade de extracção de mármore), entre outras.

“Quando estes jovens recentemente formados vão ao mercado de emprego exigem-lhes experiência de cinco anos. Como é que vão ter experiência se as fábricas andam fechadas?”, questionou Rafim, sublinhando que o seu partido vai potenciar o enquadramento da juventude na área de emprego. Fazendo um balanço preliminar das quase duas semanas de campanha eleitoral, Rafim disse que o MDM está satisfeito, na medida em que, em toda a província, ela decorre de forma ordeira e tranquila, “não obstante algumas provocações, mas que não chegam a manchar o trabalho”.

“Nos instruímos os nossos membros e simpatizantes para que não respondam a qualquer provocação de quem quer que seja, e eles estão a acatar essas orientações”, disse o delegado do MDM. Contrariamente às queixas de alguns partidos extra-parlamentares em torno de material de propaganda, Rafim foi categórico em afirmar que “o MDM não tem fome de material”.

“Desde o primeiro dia temos material suficiente para fazermos a nossa campanha em todos os distritos”, explicou Rafim. Entretanto, o MDM prosseguiu hoje a sua campanha desfilando pelas ruas de Pemba, para alem de pequenos grupos de membros que iam interpelando pessoas nas ruas e mercados para difundir o manifesto eleitoral do partido.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!