Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Eleições 2009: Parena primeiro partido a formalizar candidatura

O Partido de Reconciliação Nacional de Moçambique (PARENA) formalizou, esta terca-feira, a sua candidatura na Comissão Nacional de Eleições (CNE) para concorrer às eleições legislativas e para as Assembleias Provinciais de 28 de Outubro próximo.

Para as Assembleias Provinciais, o PARENA pretende concorrer apenas em quatro províncias, nomeadamente Cabo Delgado, Sofala, Gaza e Maputo-provincia, enquanto que nas legislativas ao nível nacional. Segundo o presidente do PARENA, André Balate, a escolha das quatros províncias é por uma questão de estratégia do Partido. “Hoje formalizamos a entrega da nossa candidatura para participarmos nas eleições legislativas e provinciais. Nós vamos concorrer às legislativas ao nível nacional e nas Assembleias Provinciais só vamos concorrer nas províncias de Cabo Delgado, Sofala, Gaza e Maputo-província por uma questão de estratégia do Partido” disse.

Durante o processo de preparação do expediente dos candidatos, que hoje foi entregue à CNE, o presidente do PARENA diz que enfrentou apenas dificuldades na aquisição do atestado de residência, um documento exigidos por lei no acto de apresentação de candidatura para as Assembleias Provinciais.

De acordo com Balate, foi possível ultrapassar essas dificuldades pelo facto desta forca politica gozar de “simpatia” dos moçambicanos e “inserção nacional”. “O nosso Partido goza de simpatia popular, daí que tem condições para eleger os deputados para as Assembleias da República e Provinciais. Mesmo as dificuldades que enfrentamos no processo de preparação da documentação conseguimos superar por termos inserção nacional”, afirmou.

O expediente entregue à CNE apresentava muitas irregularidades, desde listas trocadas, o que significa que alguns documentos estavam no lugar errado. Balate revelou a jornalistas que depois da entrega das candidaturas o PARENA vai suprir todas as irregularidades e esperar a publicação da lista das candidaturas aprovadas pela CNE.

O processo de inscrição e submissão de candidaturas à CNE iniciou a 15 de Junho, devendo terminar hoje 29 de Julho.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!