Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Edilidade manifesta preocupação com o recrudescimento da onda de criminalidade na Beira

O Presidente do Conselho Municipal da Beira, Daviz Simango, transmitiu a preocupação da edilidade face ao recrudescimento da criminalidade na urbe, principalmente nas zonas suburbanas onde predomina nos últimos dias a actuação dos vulgo “homens catanas”. Trata-se de indivíduos que tem praticado assaltos a residências e estabelecimentos com recurso a catanas e outros instrumentos contundentes.

Na sua última comunicação apresentada à Assembleia Municipal, Daviz Simango referiu que a situação criminal na urbe é preocupante, realçando a actuação de “homens catanas” que continuam a aterrorizar as comunidades na calada da noite, mencionando os bairros de Chingussura e Inhamízua como sendo os mais afectados.

A preocupação, entretanto, torna- se mais gravosa sobretudo nesta altura em que se aproxima a quadra festiva de Natal e de Fim-de-Ano, período em que todo “mundo” deseja passar em paz, num ambiente de total calmia, sossego e tranquilidade, pressupostos essenciais para boas festividades. Paradoxalmente, tem sido exactamente a essa altura do ano em que as vagas de criminalidade atingem o pico, exigindo-se maior aplicação por parte das autoridades a quem compete garantir a ordem e tranquilidade públicas. Os munícipes também são chamados a colaborarem, denunciando os criminosos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!