Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

DVV e ACAMO tencionam alfabetizar mais de dois mil adultos deficientes até 2016

A Dvv Internacional, um Intituto de Cooperação Internacional da Associação Alemã para Educação de Adultos, em parceria com Associação dos Cegos e Amblíopes de Moçambique (ACAMO) pretendem alfabetizar mais de dois mil adultos deficientes até 2016.

O Projecto de Alfabetização e Educação de Adultos Inclusiva em Moçambique está orçado em cerca de 600 mil Euros e será implementado em três anos nas províncias de Maputo e Sofala.

Para o efeito, foi realizado, Terça-feira, em Maputo, um Workshop sobre este projecto, que tem em vista contribuir para a provisão de competências e formação virada para criação de habilidades nos grupos vulneráveis, particularmente pessoas com deficiências.

Falando durante o evento, o coordenador do Projecto, José Mucuapa, disse que o projecto se revela de grande importância uma vez que vai complementar o actual currículo de Alfabetização e Educação de Adultos em vigor no país ao introduzir elementos focalizados na inclusão.

“Neste momento, estamos a validar os materiais que serão usados ao longo dos três anos do projecto e, posteriormente, será integrado no curriculum escolar nacional. Vamos trabalhar com o Ministério de Educação para a formação de educadores para jovens e adultos”, referiu.

Por seu turno, o delegado provincial da ACAMO, Orlando Machuze, explicou que os formadores graduados nos Institutos de Formação e Educação de Adultos (IFEA’s) irão, pela primeira vez, beneficiar de uma formação para ensinar e trabalhar num ambiente inclusivo e consciencializados para necessidades de aprendizagem de jovens e adultos com deficiências.

“Queremos que este projecto seja um contributo na educação para os alfabetizadores e seus educandos de modo a satisfazer as necessidades de aprendizagem de todos os jovens e adultos que estejam excluídos da escola e como consequência não participam de forma activa no processo de desenvolvimento das suas comunidades”, concluiu.

A ACAMO é uma organização que trabalha em Moçambique com pessoas com deficiência visual e com membros a nível nacional. A mesma foi criada em 1995 como uma organização para defender os direitos dos cegos e pessoas com problemas visuais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!