Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Dunga quer provar potencial da seleção sem ‘Ronaldos’ na Irlanda

O amistoso entre a seleção brasileira e a Irlanda, que será disputado esta terça-feira no Emirates Stadium, ao norte de Londres, será útil para o técnico Dunga testar a sua equipe – que não conta com Ronaldinho – para o Mundial da África do Sul.

Outra grande estrela que também não está na lista de convocados pelo técnico é Ronaldo, uma ausência que aumenta a controvérsia e as críticas contra o treinador, que tentará provar suas (boas?) escolhas no jogo contra a Irlanda. Além de publicar sua lista de convocados para o amistoso antes da Copa do Mundo (11 de junho a 11 de julho), Dunga teve que defender suas decisões. “Eu chamo um jogador pelo que ele faz no seu clube, mas ele precisa fazer o mesmo na seleção brasileira. E há jogadores que nos clubes não rendem tanto, mas na seleção brasileira rendem muito. E esses são os que eu quero”, disse Dunga.

Dois dias antes da partida contra os irlandeses, o treinador voltou a defender-se das críticas geradas por não ter convocado Ronaldo e Ronaldinho, dois dos favoritos do público, sobretudo o segundo, que nas últimas semanas tem demonstrado uma ótima performance. “Suponho que é normal (que a não convocação de Ronaldinho cause controvérsia) porque todo mundo quer falar sobre quem não forma parte da equipe nacional”, disse o técnico, cuja equipe no Mundial está no Grupo G, com Coreia do Norte, Costa do Marfim e Portugal.

“Nada disso é novo com a aproximação do Mundial. As perguntas e as respostas seguem as mesmas. As pressões sobre o treinador sempre são muito fortes”, acrescentou o técnico. Na terça-feira, a 100 dias para o início do torneio, Dunga se apoiará em seus eleitos para mostrar que não está errado. Para isso, jogadores como Robinho, do Manchester City e cedido aos Santos, serão especialmente importantes para montar o ataque do Brasil, assim como Kaká, do Real Madrid, Nilmar, do Villareal, e Adriano, do Flamengo.

Entretanto, Dunga não poderá contar com Luiz Fabiano, do Sevilla, lesionado. O Brasil terá à sua frente a Irlanda, uma equipa que não joga desde que a França ficou com a sua vaga para a África do Sul com uma polêmica atitude do atacante Thierry Henry, que utilizou a mão para dar um passe que acabou no gol da eliminação da equipe, dirigida pelo italiano Giovanni Trapattoni. Os irlandeses buscarão no jogo contra os brasileiros iniciar a preparação para a Eurocopa, que ocorre na Polônia e Ucrânia em 2012.

Brasil e Irlanda sempre jogaram em amistosos, com vitória brasileira em três ocasiões, dos irlandeses uma vez e um empate. No último confronto, no dia 6 de fevereiro de 2008, o Brasil venceu por 1 a 0 em Dublin. E no encontro anterior, jogado em 2004, empataram sem gols na capital irlandesa, diferentemente de 17 anos antes, quando a Irlanda derrotou por 1 a 0 o Brasil. Nas outras duas partidas, disputadas no Brasil em 1982 e 1974, a seleção canarinho ganhou, respectivamente, por 7 a 0 e 2 a 1.

Segundo as estimativas, o Emirates Stadium contará com um público de 60 mil pessoas, que podem converter-se em testemunhas para ver se Dunga agiu bem ou não ao não escalar Ronaldinho e Ronaldo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!