Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Dondo vai fabricar etanol a partir da mandioca

Uma fábrica de produção de etanol com base na mandioca está a ser erguida no município do Dondo, na província central moçambicana de Sofala, devendo começar a funcionar em Março de 2012.

Manuel Cambezo, Presidente do Município de Dondo, que revelou o facto sem precisar a capacidade de produção do empreendimento nem os custos da obra, disse que o local para a montagem da referida indústria está na fase de aterro, a escassos metros do desvio para o distrito de Muanza.

Trata-se de um projecto da empresa “Clean Star Mozambique, Lda”, enquadrado num programa denominado “Facilidade integrada de agro – processamento de alimentos. Esmagamento de oleaginosas e produção de combustíveis para a cozinha”.

Para garantir a produção do etanol, Cambezo é citado pela edição de hoje do jornal “Diário de Moçambique”, editado na cidade da Beira, Centro do país, a revelar que os promotores pedem a produção de grandes quantidades da mandioca não só em Dondo, mas também nos distritos circunvizinhos de Muanza e Nhamatanda.

“Para nós é uma mais-valia termos este tipo de projecto, porque estimula os camponeses a aumentarem as suas áreas de cultivo”, disse Cambezo.

No Dondo, a produção da mandioca é acentuada no bairro de Mafarinha e no Posto Administrativo de Savane, enquanto que em Muanza, a região de Galinha é a que se destaca no cultivo desta cultura.

Cambezo anunciou ainda, para o próximo mês, a entrada em funcionamento, também no Município de Dondo, de uma nova fábrica de água mineral e bebidas secas, tendo adiantado que já foram feitas as experiências que mostraram resultados positivos.

A fábrica esta localizada ao longo da Estrada Nacional número seis (EN6), próximo da fábrica Cimentos de Moçambique. Cambezo não precisou, igualmente, a capacidade instalada da fábrica nem os valores investidos, mas apontou que o empreendimento pertence a Balagi Group Africa Lda e Lifesave Água Pura.

O Edil disse tratar-se de empreendimentos fomentados pela edilidade e por estrangeiros, que vão propiciando o crescimento económico e social daquela autarquia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!