Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Dois menores morrem em incêndio nos arredores de Maputo

Os dois petizes, de seis e nove anos de idade, perderam a vida em consequência de um incêndio na sua residência, causado por uma vela acesa que caiu sobre objectos inflamáveis e se propagou por toda casa de construção precária localizada no bairro do Bagamoyo, na periferia da cidade de Maputo.

A informação foi tornada pública pela Polícia da República de Moçambique (PRM), na capital do país no habitual rescaldo das ocorrências da semana finda.

Outras ocorrências

No mesmo período a PRM registou 153 casos de natureza criminal em todo o território nacional contra 193 do igual período do ano passado, das quais cento e vinte casos foram esclarecidos correspondendo a uma execução na ordem dos setenta e oito por cento, onde cento e onze foram contra propriedades, trinta e cinco contra pessoas e sete contra ordem e tranquilidade pública.

No concernente aos violadores de fronteiras foram detidos mil e quarenta e oito estrangeiros, dos quais vinte e quatro por violação clandestina, 141 por delito comum e foram repatriados da vizinha África do sul para Moçambique.

Com efeito, um cidadão moçambicano, de nome Sabino, foi alvejado mortalmente numa fronteira ilegal de distrito de Namaacha, por militares sul-africanos, na tentativa de atravessar para Moçambique, na companhia de mais três colegas seus que puseram-se em fuga.

Foram ainda repatriados para as suas terras de origem dois Paquistaneses, treze Bengalis, catorze Etíopes, cinco Congoleses e dois Libaneses, por trazerem consigo passaporte com vistos falsos.

Cossa mostrou-se preocupado com o aumento de casos de violações sexuais em todo o país, a título de exemplo, foram registados quatro violações sexuais na cidade de Maputo, foram detidos dois indivíduos que violaram a cidadã de nome Regina Cuna e ainda um idoso de nome João, de sessenta anos de idade, que violou uma menor de dez anos de idade no bairro vinte cinco de Junho, outro caso envolveu um guarda-nocturno no bairro de Inhagoia, que violou uma menor e o caso mais macabro foi o que ocorreu na cidade de Mocuba, província da Zambézia, onde foi detido um individuo de nome José, munido de arma branca (Catana), que ameaçou e violou um menor de seis anos.

A fonte justifica que este aumento sem precedente pode estar ligado à inactividade da vida sexual e bem como às questões ligadas a mitos que defendem que as relações sexuais com menores rejuvenescem a sua vida sexual.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!