Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Dois italianos ameaçam imolar-se no Vaticano em protesto contra o governo da Itália

Dois italianos ameaçaram atear fogo em si mesmos, esta terça-feira (11), na Praça São Pedro, no Vaticano, em protesto contra a crise económica na Itália, mas foram retirados do local pela polícia.

Os homens estavam com garrafas plásticas e acendedores e gritaram com raiva contra o governo italiano por quase duas horas, até serem levados por policiais. Os bombeiros e a polícia isolaram a área ao redor para afastá-los de uma multidão de curiosos.

Os dois homens eram parte de um pequeno grupo que protestava contra o governo do primeiro-ministro, Enrico Letta, e uma classe política que eles acusam de viver no luxo, enquanto o cidadão comum enfrenta dificuldades numa economia que não cresce desde meados de 2011.

“Greve de fome, homem italiano com família pede asilo. Ajude-me (papa) Francisco”, dizia uma carta que um dos manifestantes trazia pendurado ao redor do pescoço. Outros que protestavam confrontaram um grupo de clérigos do alto escalão da Igreja que apareceu na praça, insultando-os e dizendo que eles deveriam ajudar o povo.

“Este é nosso grito desesperado”, disse Celso Scaglioni, de 46 anos, um dos manifestantes da cidade de Parma, norte do país. Ele disse ter fechado o seu restaurante porque os impostos eram altos demais para conseguir manter-se. Os manifestantes eram parte de um grupo chamado “9 de Dezembro”, que diz estar a protestar porque não se sente mais representado pelo Estado italiano.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!