Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Dois irmãos acusados de assassinar o pai detidos em Maputo

A Polícia da República de Moçambique (PRM) deteve na 18ª esquadra, em Maputo, dois irmãos que respondem pelos nomes de Sérgio e Armindo, de 23 e 26 anos de idade, sob a acusação de terem orquestrado uma agressão física que culminou com a morte do seu progenitor, supostamente porque era feiticeiro.

Pedro Cossa, porta-voz do Comando-Geral da PRM, não deu detalhes sobre este incidente. No bairro de Chamanculo, segundo Arnaldo Chefo, um individuo desferiu golpes fatais a um outro cidadão com recurso a uma garrafa partida.

Ainda na cidade de Maputo, a corporação deteve na 17ª esquadra, no bairro de Jardim, três indivíduos identificados pelos nomes de João, Eugénio e Osvaldo, com idades que variam de 24 a 25 anos, acusados de abusar sexualmente de uma criança e uma mulher, cujos nomes e idades foram omitidos para preservar a sua honra e das suas famílias. Cossa não forneceu detalhes sobre este problema que apoquenta vários pontos do país.

No distrito de Jangamo, na província de Inhambane, dois cidadãos que respondem pelos nomes de Mário e Francisco, ambos de 26 anos de idade, foram enclausurados, também indiciados de violar uma mulher. Os contornos do caso não foram revelados.

Na 18ª esquadra, na capital do país, encontra-se detido um jovem identificado pelo nome de Benjamim, de 23 anos de idade, acusado de homicídio contra um cidadão com a mesma idade, por motivos desconhecidos, de acordo com Cossa.

Cossa condenou estes actos e apelou à sociedade para pautar pelo diálogo para resolver possíveis desentendimentos e é preciso pensar bem antes de tomar qualquer decisão.

A PRM deteve ainda, na 11ª esquadra, no bairro do Aeroporto, em Maputo, dois indivíduos de nacionalidade vietnamita que respondem pelos nomes de Diongue e de Li, com idades compreendidas entre 28 e 31 anos, acusados de tráfico 3.6 quilogramas de cornos de rinocerontes.

Os cidadãos em causa foram surpreendidos no Aeroporto Internacional de Mavalane quando desembarcavam de um voo não especificado pelas autoridades, tendo sido encontrado com o produto em alusão escondido nas suas trouxas. Consta que a detenção aconteceu entre 04 e 06 de Abril corrente.

No período referidos, a Polícia deteve 2.184 pessoas por cometimento de vários crimes. Na mesma semana, 16 moçambicanos foram repatriados da República da África do Sul por imigração ilegal.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!