Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Dois indivíduos detidos por suspeita de homicídio voluntário

Dois indivíduos conhecidos pelos únicos nomes de Azarias e Pedro de 24 e 39 anos de idade respectivamente, encontram-se desde semana passada, nas mãos das autoridades policiais, suspeitos de terem tirado a vida a um jovem que em vida respondia pelo nome de Abuchir Ambasse, 21 anos de idade, estudante e residente no bairro das Mahotas arredores da cidade de Maputo, local onde se deu o crime.

De acordo com informações fornecidas por Arnaldo Chefo, porta-voz do Comando da Polícia da República de Moçambique ( PRM), da cidade de Maputo, o crime aconteceu na noite do último dia 22 de Março, quando dois indivíduos se dirigiram à casa dos pais do finado naquele bairro, tendo solicitado para falar com o malogrado, pedido que não foi recusado, tendo os indivíduos convidado a vítima a ir conversar com eles fora dos aposentos dos pais, ao que acatou.

Chegados à rua segundo Chefo, um dos criminosos tirou uma arma de fogo atirando mortalmente contra Abuchir para logo de seguida desaparecerem do local sem deixar rasto, deixando para traz a sua vítima que minutos depois veio a perder a vida em consequência da gravidade do ferimento causado pela bala dos bandidos.

Chefo disse que alertada a PRM, incetou um trabalho de investigação que culminou com a detenção dos dois supeitos, tendo sublinhado na altura que um suspeito, neste caso, Pedro por sinal o mais velho é funcionário do Ministério da Saúde (MISAU).

Sobre o grau de parentesco ou aproximação existentes entre os suspeitos e a vítima, Chefo disse não estar em condições de esclarecer uma vez que o processo de investigação ainda está a decorrer a nível da Polícia de Investigação Criminal (PIC).

Entretanto, no que tange a situação operativa da PRM a nível da cidade de Maputo nas últimas duas semanas, o porta-voz do Comando da Cidade, disse que a corporação deteve 46 indivíduos indiciados na prática de vários crimes, sendo 23 por crimes contra propriedade, 13 contra pessoas e 10 contra ordem e tranquilidade pública.

No período em análise a Polícia de Trânsito (PT), reportou 22 casos de acidentes de viação contra 26 de igual período do ano passado, o que resultou em dois óbitos, seis feridos graves e 37 feridos ligeiros.

No tocante a fiscalização rodoviária segundo Chefo, no tempo em análise, foram fiscalizadas pela a PT, 619 viaturas, impostas 289 multas e apreendidas 90 cartas de condução por transgressão às normas de circulação rodoviária.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!