Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Disponíveis 43 milhoes USD para electrificar distritos do norte de Gaza

O Governo da província de Gaza, no sul de Moçambique, diz que já tem assegurados mais de 43 milhões de dólares norte americanos (USD), o equivalente a 1.5 bilião de meticais, para a electrificação de três distritos do norte daquela província. Trata-se de Chigubo, Massangena e Chicuálacuala, os únicos distritos daquela província que ainda não estão ligados à rede nacional de energia eléctrica.

 

A Secretária Permanente Provincial de Gaza, Francisca Maluana, citada pela Rádio Moçambique (RM), estação pública, sublinhou que as obras serão executadas por uma empresa chinesa do ramo de electricidade, embora não tenha avançado dados para o início das mesmas. Maluana revelou estas informações num encontro sobre as oportunidades de negócios em Gaza, que reuniu empresários e agentes económicos.

Na ocasião, os participantes disseram que não arriscam a instalar os negócios nos distritos Chigubo, Massangena e Chicuálacuala por falta de energia eléctrica. Os produtores agrícolas naqueles distritos já se queixaram várias vezes de estarem a enfrentar problemas relacionados com os elevados custos de produção devido a falta de energia eléctrica. Os problemas de falta de energia eléctrica afectam também o funcionamento de algumas instituições públicas e privadas, entre as quais constam as unidades sanitárias e escolas.

A electricidade é um recurso necessário para garantir o desenvolvimento de uma região, bem como o bem-estar da população. A taxa de acesso a energia eléctrica em Moçambique é de 14 por cento, sendo que a maior parte da população não dispõe deste recurso. Ao longo do último Quinquénio, 33.650 novos consumidores foram ligados à rede nacional de energia eléctrica na província de Gaza.

No que refere a energia solar, nos últimos cinco anos, 662 pessoas da aldeia Mwadjahane, em Mandlakazi, e 12 postos administrativos, nomeadamente Mavue, Zinhane, Saúte, Nhanala, Nalaze, Changanine, Muavaquene, Mazucane, Chibonzane, Maqueze, Godine e vila sede de Chigubo, entre outros, beneficiaram da instalação de painéis solares.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!