Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Detidos Vietnamitas com cornos de rinoceronte de Moçambique

Dois cidadãos de nacionalidade vietnamita foram detidos no mesmo dia nas cidades de Banguecoque, capital da Tailândia, e Ho Chi Minh, no Vietname, por tráfico de cornos de rinoceronte, pesando 10,6 e 16,5 quilos respectivamente que, alegadamente, terão sido levados de Moçambique.

No primeiro caso, o suspeito, 56 anos de idade, foi detido na noite de domingo no Aeroporto de Suvarnabhumi, em Banguecoque, na pose de seis cornos de rinoceronte. As autoridades locais acreditam que os cornos poderão ter sido contrabandeados em Moçambique.

O suspeito foi detido logo após a sua chegada num voo das Linhas Aéreas da Etiópia, quando ele aguardava de um voo de ligação para a cidade de Hanói, no Vietname. “Ele deixou a sua mala no tapete rolante e não chegou a fazer o ‘check in’ da mesma propositadamente.

Aparentemente, ele queria que a mesma fosse recolhida por uma outra pessoa”, disse Narongrit Sookprakarn, um funcionário das autoridades para a protecção da fauna bravia do Aeroporto de Suvarnabhumi, na Tailândia, citado pela agência noticiosa “AFP”.

O suspeito é acusado de introduzir ilegalmente na Tailândia partes de animais protegidos e produtos proibidos. Se for considerado culpado poderá ser condenado a quatro anos de prisão.

No mesmo dia, a polícia da cidade de Ho Chi Minh, do Aeroporto Internacional de Tan Son Nhat, no Vietname, deteve o cidadão Ha Chan Chinh, 33 anos, na posse seis cornos de rinoceronte. Chinh partiu de Moçambique, tendo escalado os aeroportos de Doha e Banguecoque antes de chegar a Vietname.

Como forma de tentar ludibriar as autoridades, Chinh envolveu os cornos num papel prateado, que depois escondeu no interior da sua mala. Contudo, Chinh viria a ser detido quando a polícia decidiu examinar a sua mala depois de detectar um cheiro nauseabundo que era emitido pelos cornos de rinoceronte.

Chinh acabou por confessar às autoridades que estava a traficar cornos ilegalmente de Moçambique. No Vietname, um grama de corno de rinoceronte chega a ser vendido ao preço de cinco mil dólares americanos.

A demanda surge devido a crença infundada de que os chifres de rinoceronte podem curar ou prevenir o cancro, para além de ser usado como afrodisíaco e para o fabrico de poções mágicas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!