Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

Descoberta nova espécie de cobra venenosa em Moçambique

Um pesquisador da Universidade Lúrio (UniLúrio), uma das instituições públicas de ensino de Moçambique, descobriu uma nova espécie de cobra no país que é considerada altamente venenosa e potencialmente fatal.

Trata-se da espécie Thelotornis usambaricus, que pertence a um grupo de cobras vulgarmente chamado de “Vine snakes”ou “Twig snakes”, que até a sua descoberta em Moçambique só se sabia da sua existência na vizinha Tanzânia. “O veneno é hemotóxico e até ao momento não existe antiveneno para os seus ataques”, disse, Terça-feira, a AIM, o pesquisador que descobriu esta cobra, o zoólogo Harith Farooq, da UniLúrio.

A fonte refere que descobriu esta serpente em Março de 2012 quando realizava um inventário de fauna terrestre na Ilha de Vamizi, Arquipélago das Quirimbas, província nortenha de Cabo Delgado, onde encontrou dois exemplares deste animal.

Depois disso, o zoólogo enviou um dos animais para o Museu de História Natural do Zimbabwe para confirmação taxonómica, um trabalho que foi realizado com o especialista Donald G. Broadley, o mesmo que descreveu esta espécie para a ciência em 2001 na Tanzânia.

“Actualmente, os dois exemplares trazidos de Vamizi podem ser encontrados no Museu de História Natural do Zimbabwe em Bulawayo ou na colecção de referência de répteis da Universidade Lúrio em Pemba (província de Cabo Delgado) ”, refere a fonte.

Com esta descoberta, segundo os dados estatísticos desta área, sobe para 96 o número de espécies de cobras contabilizadas em Moçambique.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!