Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Derrota que vale apuramento

Derrota que vale apuramento

O Bayern de Munique está nos quartos-de-final da Liga dos Campeões, mesmo após a derrota desta terça-feira para a Fiorentina, por 3 a 2, em Florença. A equipa alemã havia vencido por 2 a 1 em casa e conquistou a vaga por conta dos golos marcados fora de casa, sendo o segundo deles um golaço do holandês Arjen Robben, que vive grande fase na Bavária.

A Fiorentina fez o que sua torcida esperava logo no início: partiu para o sufoco contra o Bayern para compensar sua desvantagem no placar agregado. A insistência acabou vencendo a defesa de Munique. Como era difícil chegar perto da área, Marco Marchionni tentou de longe. A bola foi mal rebatida por Jorg Butt, e sobrou nos pés do peruano Juan Vargas, que balançou as redes em uma finalização impressionante, quase sem ângulo.

A resposta alemã, porém, foi imediata: aos 33 minutos, a defesa da Viola bateu cabeça, e uma bola cabeceada por Franck Ribéry da intermediária, sobrou limpa para Arjen Robben tentar o golo. O holandês, no entanto, desperdiçou. No início do segundo tempo, Alberto Gilardino perdeu gol feito aos 49 minutos. Aos 54, porém, não teve jeito. O talentoso montenegrino Steven Jovetic entrou livre na área do Bayern e, com frieza, fez o segundo dos italianos.

A equipe bávara reagiu prontamente assim que sofreu o gol, assim como no primeiro tempo. Desta vez, contudo, o time chegou ao gol com Mark van Bommel. Ribéry fez boa jogada pela esquerda e rolou para o centro. O volante chegou embalado, pegou de primeira e bateu rasteiro, de fora da área, para diminuir para o Bayern. Mas o jovem Jovetic estava impossível e encheu de esperança a torcida local.

A Fiorentina não se intimidou com o golo marcado por Van Bommel e, aproveitando falha da defesa, chegou ao terceiro com o montenegrino, que fez o segundo dele no jogo, dessa vez completando uma tabelinha com Gilardino. Robben, então, resolveu dar o ar da graça e assinou uma pintura, recuperando-se do golo perdido da primeira etapa.

O holandês engatilhou de longe, atirou e acertou o ângulo de Frey, fazendo 3 a 2 e deixando o Bayern, mesmo atrás no placar, com a vaga. No fim, a pressão italiana foi muito grande. O técnico Cesare Prandelli lançou o brasileiro Keirrison a nove minutos do fim do jogo, mas a defesa bávara se achou em campo e soube rechaçar todos os ataques da Fiorentina, eliminada da Liga dos Campeões. O Bayern de Munique segue vivo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!