Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Crédito malparado reduz em 56% no Internacional Commercial Bank

O Internacional Commercial Bank (ICB) reclama ter conseguido reduzir o volume do crédito malparado na ordem de 56%, em 2009, devido a esforços encetados visando a sua liquidação.

No período, os empréstimos e adiantamentos foram na ordem de 93 milhões de meticais, contra 67 milhões de meticais de 2008, de acordo com Anurag Dureha, director executivo do Internacional Commercial Bank, realçando que os empréstimos a prazo registaram um crescimento de 48% e o saque a descoberto na ordem de 161%.

Em termos de lucros obtidos no referido exercício económico, Dureha indicou teremse cifrado em 35,6 milhões de meticais, comparativamente a 6,5 milhões de meticais de 2008, fruto de “esforços no aumento de receitas de juros resultantes do crescimento da carteira de crédito, manutenção de custos de juro estáveis através da reestruturação da carteira de depósitos e de rendimentos através das operações exteriores e negócios também com o exterior”.

Estes últimos cresceram em 41%, contra 253% de incremento de rendimentos das operações exteriores, nas contas do director executivo do ICB, “fontes que continuarão a ser também grandes contribuintes para obtenção de receitas em 2010”, realçou Dureha no balanço do exercício económico da instituição de 2009.

Rede Ponto 24

Ainda para o presente ano de 2010, o ICB propõe-se alargar o projecto de ATM de forma a cobrir terminais de pagamento (POS), “uma vez que o rácio de depósito oferece mais oportunidades de crescimento, comparativamente aos empréstimos”, realçou Dureha. Refira-se que as ATM do ICB estão ligadas à rede Ponto 24, o que contribui para os clientes da instituição acederem às suas contas através das 310 ATM disponíveis no país. Em 2009, o banco aumentou o seu capital social em um milhão de dólares norteamericanos subscrito pelo ICB Financial Group Holdings AG, empresa-mãe.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!