Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

CPLP debate formas de mitigar desertificação

Delegados dos oito estados membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) encontram-se reunidos em Maputo para discutir formas de melhorar o combate a desertificação e gestão sustentável de terras.

Trata-se de um encontro inserido no projecto de Cooperação Técnica CPLP/ FAO (Organização Mundial da Agricultura e Alimentação) elaborado na sequência da implementação do compromisso da Convenção das Nações Unidas sobre o Combate a Desertificação (UNCCD).

Esta reunião destina-se a avaliar este projecto e a trocar experiências sobre as práticas de combate a desertificação em cada um dos estados membros da CPLP. “Estamos cientes de que os nossos países estão preocupados em combater a pobreza através da mitigação dos efeitos da desertificação e os efeitos das mudanças climáticas”, disse a vice-Ministra para a Coordenação da Acção Ambiental, Ana Paula Chichava, falando durante a abertura deste encontro.

Ela disse esperar que os delegados reunidos em Maputo encontrem estratégias visando reduzir a desertificação e degradação da terra, bem como as destinadas a produzir alimentos cada vez mais saudáveis para a população actual e para as próximas gerações. Em breve entrevista a AIM, a directora nacional adjunta de Gestão Ambiental no Ministério para a Coordenação da Acção Ambiental, Paula Panguene, disse que o país tem vindo a realizar diversas actividades destinadas a mitigar os efeitos das mudanças climáticas.

Dentre essas acções constam a sensibilização das comunidades em boas práticas ambientais, formação de educadores ambientais, bem como a criação de florestas comunitárias (em cerca de 300 comunidades de todo o país). Questionada sobre que experiência Moçambique pode partilhar com os outros estados da CPLP, Panguene apontou o programa de feiras ambientais.

O Projecto CPLP/FAO apoia os países da CPLP a formularem um programa de cooperação Sul-Sul e Norte-Sul que fortaleça as capacidades locais nacionais e regionais para a implementação da Convenção das Nações Unidas de Combate a Desertificação (UNCCD). A iniciativa procura identificar o potencial da cooperação Sul-Sul entre os países envolvidos e também nos parceiros de cooperação Norte-Sul com base numa abordagem dinâmica de solidariedade e troca de experiências. Integram a CPLP Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor- Leste.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!