Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

CPI e GAZEDA aprovam 17 projectos de desenvolvimento em Nampula

O Centro de Promoção de Investimento (CPI) e a Zona Económica Especial de Nacala na província de Nampula aprovaram 17 projectos de investimentos em diversas áreas de actividade económica e de acomodação nos últimos seis meses do presente ano num investimento de cerca de 35. 537.792.90 dólares norte-americanos.

Doze projectos foram aprovados pelo Centro de Promoção de Investimento, com destaque para o projecto de construção Power Crush Mining avaliado em cerca de sete milhões de quinhentos dólares norte-americanos seguida OLAM – Cotton Ribáuè entre outras cujo valor ronda entre um a um milhão e meio de dólar.

Em relação aos projectos aprovados na Zona Económica Especial de Nacala destaque vai para a área de turismo da companhia EMOCASA avaliado em cinco milhões de dólares seguido por duas empresas, Emotécnica e PROFAD Projecto de Moçambique, avaliados em três milhões e novecentos e três milhões e quatrocentos dólares.

Aqueles projectos segundo soube a nossa reportagem conseguiram criar pouco mais de 569 postos de trabalho, além de estar a mudar a vida da população daquele ponto do país. Segundo um relatório do governo da província de Nampula apresentado no Conselho Coordenador Provincial daquela região do país, foram alcançados um crescimento da produção global na ordem de 10,8 porcento representando 0,6 porcento acima do previsto para o presente ano de 2012 e 0,1 abaixo do realizado em 2011.

Estes projectos em implementação poderão dar grandes impactos para a economia da província de Nampula e contribuirão significativamente para o Produto Interno Bruno (PIB) do país. Páscoa de Azevedo, porta-voz do governo da província de Nampula, afirmou que o Conselho Coordenador daquela província visa estudar vários sectores de actividade como a educação, agricultura, saúde, turismo, segurança, ambiente, mineração, pesca, finanças, Fundo de Desenvolvimento Distrital (FDD), construção entre outros sectores de actividade.

Azevedo afirmou que o encontro que começou nesta quinta-feira terá o seu termino na sexta-feira e espera-se a aprovação de estratégias que garantam o desenvolvimento da população. A nossa entrevistada afirmou na ocasião que estão a ser apreciados os planos e execução das actividades dos seis municípios que a província possui convista a precionar as responsaveis a aderirem na realização e conclusão do plano apresentado nos manifestos eleitorais.

Em relação aos 17 projectos aprovados por aquelas duas instituições o GAZETA e CPI ao nível da província de Nampula, já estão a criar rendimentos de algumas famílias devido aos postos de trabalho por eles criados.

A nossa entrevistada falou que, além daqueles 17 projectos, há outros em execução com destaque para Matanuska, Projecto Jacarandá, estes dois que se dedicam à produção de banana; Lúrio Green Resources que se dedica ao plantio de eucalipto no distrito de Eratí, projecto Damodar Ferro que se dedica à exploração de ferro no distrito de Lalaua e no distrito de Monapo continuam os estudos geotécnicos e de engenharia de mina para a implantação do projecto Evate, para a produção de fosfato e finalmente o projecto de Areas Pesadas de Sangage em Angoche onde decorrem os trabalhos de construção da mina incluindo a planta do processamento.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!