Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cheias: norte de estrada agrava custo de vida em Moma

Viajar da cidade de Nampula para o distrito de Moma, Norte de Moçambique, é mais carro desde esta segunda-feira (04). Os transportadores aumentaram o preço de passagem, de 200 para 250 meticais devido ao corte da estrada que liga os dois pontos, em consequência da chuva.

Araújo Chale, administrador do distrito de Moma, disse ao @Verdade que tem receio de a especulação de preços ser ainda maior nos produtos alimentares, uma vez que os principais comerciantes da área que dirige buscam as suas mercadorias na cidade capital de Nampula.

O mesmo poderá acontecer com os produtos pesqueiros que são transportados a partir daquela região costeira para a cidade capital. Enquanto isso, o tráfego rodoviário reduziu significativamente no troço Nampula/Moma e vice-versa.

“Em Setembro do ano passado houve um corte da ponte metálica em Chalaua, provocado por um camião que estava carregado de 400 sacos de cimento. As duas vias alternativas (Posto Administrativo de Boila e Posto Administrativo de Lolute) ficaram totalmente intransitáveis por causa da chuva.

De acordo com Araújo Chale, o acesso ao distrito de Moma é feito apenas de viaturas com atracção a quatro rodas, vulgos 4×4, e que estejam em bom estado mecânico. “Temos um empreiteiro que a partir desta sexta-feira (08) vai iniciar a reparação da região de Chalaua, enquanto os outros troços aguardam pelo mesmo tipo de intervenções”.

O administrador de Moma referiu também que em relação às vítimas humanas, ainda há casos alarmantes a apontar. O governo local tem um fundo de contingência para as intervenções caso seja necessário. “Recebemos um aviso de eventuais ventos fortes e ciclones e estamos em alerta.”

Refira-se que há dois anos, Moma foi fustigado por chuvas intensas que, para além de outros danos, desalojaram mais de 1.000 famílias.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!