Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Coreia do Norte reconduz aliado do clã de Kim ao cargo de primeiro-ministro

O Parlamento da Coreia do Norte nomeou, Segunda-feira (1), Pak Pong-ju para o cargo de primeiro-ministro, do qual ele havia sido demitido em 2007 por sua incapacidade de realizar reformas económicas.

O septuagenário Pak é um importante aliado de Jang Song-thaek, tio do jovem líder norte-coreano Kim Jong-un, e trabalhou com a mulher dele, Kim Kyong-hui, tia de Kim Jong-un. Os analistas viram na nomeação uma consolidação do poder sob a dinastia Kim.

“Na sessão, o deputado Choe Yong-rim foi convidado a deixar o cargo de primeiro-ministro do gabinete da RDPC, e o deputado Pak Pong-ju foi eleito primeiro-ministro do gabinete da RDPC”, disse a agência estatal de notícias KCNA, referindo-se à Coreia do Norte por sua sigla oficial (abreviatura de República Democrática Popular da Coreia).

Pak já havia sido nomeado, Domingo, para o poderoso Comité Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia (comunista). Os analistas dizem que a sua recondução ao comando do gabinete, apesar de consolidar o poder de Kim, deixa-o em excessiva dependência com relação ao casal de tios, que reafirmaram o seu controle sobre as Forças Armadas depois de um expurgo.

Pak é um tecnocrata de carreira e assumira o cargo de primeiro-ministro em 2003 para implementar uma ambiciosa pauta de reformas políticas, adoptada no ano anterior, que permitia maior autonomia na produção agrícola e liberalizava os preços.

Mas as medidas não tiveram os efeitos desejados, e Pak foi demitido em 2007, quando os militares começaram a iniciar protestos no gabinete e a exercer maior poder em questões estatais. Jang, tio de Kim, também foi expurgado naquela época, para ser posteriormente reabilitado. A nomeação de Pak ocorre num momento de grande tensão diplomática envolvendo a Coreia do Norte. Pyongyang ameaçou lançar mísseis contra os Estados Unidos e invadir a Coreia do Sul, em reação a atitudes “hostis” de Washington.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!