Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Copas de 2018 e 2022 têm nove candidatos à sede

A Fifa recebeu oficialmente esta sexta-feira nove candidaturas à sede das Copas do Mundo de 2018 e 2022, cujos vencedores sairão no dia 2 de dezembro. Os projetos oficiais, que incluem a associação de países, como ocorreu na Copa de 2002 entre Coreia do Sul e Japão, foram entregues hoje na sede da Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa), em Zurique.

Os candidatos são Austrália, Bélgica-Holanda, Inglaterra, Rússia, Espanha-Portugal, Estados Unidos, Japão, Coreia do Sul e Qatar. A Copa do Mundo de 2014 será realizada no Brasil. “Quero felicitar todos os candidatos e lhes desejar boa sorte. Me alegra constatar que cada país candidato recebeu o apoio completo das autoridades. É fundamental ter estas garantias para a organização”, comentou o presidente da Fifa, o suíço Joseph Blatter. “É uma competição (para sediar a Copa), como uma partida de futebol, e no dia 2 de dezembro saberemos quem ganhou”.

As propostas serão analisadas pela Fifa nos próximos meses, após diversas visitas de reconhecimento, entre julho e setembro. O primeiro país a receber os represenantes da Fifa será o Japão (19-22 julho), antes de Coreia do Sul (22-25) e Austrália (26-29). Em agosto será a vez de Holanda-Bélgica (8-12), Rússia (16-19) e Inglaterra (23-26). As últimas visitas ocorrerão em Espanha-Portugal (30 agosto-2 setembro), Estados Unidos (6-9) e Qatar (13-17).

O craque David Beckham foi hoje a Zurique para entregar o projeto da Inglaterra: “É uma sorte estar aqui defendendo este dossiê de candidatura. Todos sabem que na Inglaterra sentimos uma autêntica paixão pelo futebol. Ficaremos encantados em ter o maior acontecimento do esporte em nosso país”. O novo primeiro-ministro britânico, David Cameron, já comunicou a Blatter e à Fifa seu apoio absoluto ao projeto inglês.

Já o presidente da Federação Espanhola de Futebol, Ángel María Villar, garantiu que se Portugal e Espanha sediarem a Copa, “será o torneio mais alegre, melhor organizado e mais seguro da história”. “Existe uma grande sintonia entre os dois povos, entre os governos e as federações (…) de Espanha e Portugal”.

Nas propostas oficiais os candidatos se comprometem com uma série de exigências da Fifa e apresentam os diversos documentos exigidos pela Federação Internacional. A Fifa deve comunicar o resultado no dia 2 de dezembro para ambas as Copas, de 2018 e 2022.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!