Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Contribuição de mineiros moçambicanos na Balança de Pagamentos em alta

Apesar de o número de mineiros moçambicanos a trabalhar na África do Sul ter reduzido em cerca de 8800 assalariados, a sua contribuição na Balança moçambicana de Pagamentos aumentou em cerca de 61 milhões de dólares norte-americanos, em 2008, face a 2007.

No período em análise, o pagamento em diferido de salários e subsídios daquele grupo de assalariados vinculados em 185 minas de ouro, platina, carvão, diamantes e crómio foi no valor global de 68 milhões de dólares norte-americanos, segundo o Banco de Moçambique (BM).

O montante serviu para o sustento das suas famílias residentes em Moçambique, bem como para o pagamento de pensões, indemnizações e outro tipo de assistência social, segundo ainda o BM, realçando que, em 2008, a rubrica Rendimento de Empregados, no geral, aumentou em 27,4% como reflexo do excesso de entradas sobre saídas, “com destaque para entradas do dinheiro de mineiros moçambicanos na África do Sul”.

Salienta o banco central moçambicano que o incremento foi registado apesar da depreciação do Rand em relação ao Dólar dos Estados Unidos da América (EUA), para além da já referida tendência de redução do número de trabalhadores mineiros recrutados. Estimativas, entretanto, do Ministério do Trabalho (MITRAB) indicam que, em 2009, estavam a trabalhar nas minas da África do Sul pouco mais de 41 100 mineiros, contra 48 940 de 2008.

Em média anual, aquele grupo de moçambicanos injecta para a Balança de Pagamentos 688 milhões de randes, valor, maioritariamente, resultante de transferências relativas aos pagamentos diferidos. A Balança de Pagamentos é o instrumento que descreve as relações comerciais entre determinado país e o resto do mundo, correspondendo ao registo do total do dinheiro que entra e sai em forma de importações e exportações de produtos, serviços, capital financeiro, bem como transferências comerciais.

SALARIOS AUMENTAM

De referir que vigora na África do Sul, desde 2003, uma nova Lei de Migração que restringe a entrada de estrangeiros para trabalhar no país, devido ao défice energético que afecta a região e à crise financeira mundial. O aumento do valor das transferências de moçambicanos naquele país resulta da eficácia dos sistemas de pagamento, valorização profissional e consequente incremento dos salários pagos aos mineiros.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!