Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Construções Nasser paga salários com base em produtos alimentares em Nampula

Há muito que os cerca de 40 trabalhadores do estaleiro da Construções Nasser, uma empresa privada, sediada na cidade de Nampula, não auferem a totalidade dos seus ordenados. Parte significativa dos salários é convertida em quilogramas de arroz, farinha de milho, açúcar e alguns litros de óleo, além de serem obrigados a contrair dívidas com aquela construtora.

A questão das dívidas obrigatórias, sobretudo em produtos alimentares de primeira necessidade, de acordo com os trabalhadores da Construções Nasser, associa-se aos despedimentos arbitrários e à falta de contratos de trabalho, factores que concorrem para o mau relacionamento entre o patronato e os respectivos operários.

Akil Nasser, sócio-gerente da empresa, desmentiu as alegações, afirmando não haver qualquer plano de oferta de produtos alimentares, quer por meio de dívidas, quer de forma grátis.

O nosso interlocutor confirmou, entretanto, o afastamento sistemático de trabalhadores, mas disse tratar-se de indivíduos cujos contratos são celebrados em função das necessidades da companhia. “Nós somos uma empresa pequena do ramo da construção civil, e o volume do nosso trabalho é em função das solicitações dos nossos clientes”, afirmou Nasser em entrevista ao @Verdade.

De acordo com o nosso entrevistado, devido à falta de contratos para a execução de empreitadas, associada à intransitabilidade de algumas vias de acesso, a sua empresa viu-se obrigada a paralisar as suas actividades, com destaque para a de fabrico de blocos de construção, facto que fez com que um número considerável de funcionários rescindisse os seus contratos, alguns dos quais com salários em atraso.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!